Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcida e conselheiros do Palmeiras "vetam" contratação de Richarlyson

Integrantes de organizada cobraram presidente publicamente. Jogador processou dirigente palmeirense que insinuou que ele é gay

iG São Paulo |

AE
Richarlyson jogou em 2011 pelo Atlético-MG, mas se destacou no São Paulo
Uma possível contratação do meia Richarlyson, atualmente no Atlético-MG, gerou mal-estar entre a diretoria do Palmeiras, membros de torcidas organizadas e conselheiros do clube. Em um jantar de confraternização realizado na noite de terça-feira, em uma pizzaria de São Paulo, integrantes da Mancha Alviverde disseram ao presidente Arnaldo Tirone que não querem a contratação do jogador, que já defendeu o São Paulo e já processou um dirigente palmeirense, José Cyrillo Jr, que insinuou em uma emissora de TV que o jogador seja homossexual – o caso foi arquivado.

Leia mais: César Sampaio entende Pierre, mas mantém firmeza contra o Atlético-MG

Tirone disse aos torcedores que a contratação é “invenção da imprensa” e que o jogador não seria contratado. Richarlyson foi a única opção aceita pelo técnico Luiz Felipe Scolari como compensação para a permanência de Pierre no Atlético-MG – o volante teria que voltar de empréstimo, mas que ficar em Belo Horizonte por estar magoado com Felipão, que não o utilizou e o liberou para empréstimo. Conselheiros já tinham ligado para Tirone questionando se o interesse era verdadeiro e foram eles que avisaram integrantes da Mancha o local onde seria a confraternização, para que cobrassem o presidente.

[]Em um manifesto que circula pela internet, torcedores do Palmeiras dizem que não aceitam a contratação não pelo jogador ser “supostamente ser homossexual”, mas porque tem “trejeitos afeminados e jogou no inimigo” (no caso o São Paulo). Quando ainda jogava no Santo André, em 2005, o Palmeiras tentou sua contratação, mas ele preferiu atuar no São Paulo. Foi quando Cyrillo insinuou em um programa de TV que Richarlyson seria gay.

Leia também: Frizzo não descartou Richarlyson

O atleta já negou ser homossexual e levantou bandeira contra o preconceito. Mesmo assim sofre: os torcedores do São Paulo, por exemplo, se recusavam a gritar seu nome antes e durante as partidas.
 

Leia tudo sobre: PalmeirasRicharlysonAtlético-MG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG