Polícia Militar dispersou grupo após tentativa de invasão da sala de imprensa do Olímpico

Polícia Militar conteve manifestação de gremistas no Olímpico
Gazeta Press
Polícia Militar conteve manifestação de gremistas no Olímpico
É um filme que se repete a cada rodada do Brasileirão. Todo o jogo do Grêmio , no Olímpico, tem tropeço em campo e protesto nas arquibancadas. Após o empate contra o Atlético-MG , na noite desta quarta-feira, as vaias foram direcionadas, mais uma vez, ao presidente Paulo Odone. Houve tentativa de invasão do vestiário e da sala de imprensa.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Centenas gremistas rumaram de todos os setores do estádio para a região do Portão 3, local onde fica o vestiário. Eles exigiram a saída do presidente, algo que ocorreu também no empate com outro time mineiro, o América.

“Fora Odone!, Fora Odone!, Fora Odone!”, berraram os gremistas.

O protesto foi dispersado com a ação da Polícia Militar após alguns torcedores arremessarem pedras nos vidros do estádio. Alguns chegaram a ser detidos.

O Grêmio enfrenta o Palmeiras, sábado, em São Paulo. Em 15º lugar, com 14 pontos, tem apenas um a mais do que a zona de rebaixamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.