Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcida do Fluminense livra apenas quatro jogadores das vaias

Digão, Conca, Ricardo Berna e Rafael Moura tiveram os nomes gritados na derrota por 2 a 0 para o Boavista

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A torcida do Fluminense decidiu poupar alguns jogadores na derrota por 2 a 0 para o Boavista, neste sábado, no Engenhão. Enquanto vaiava o time e pedia por técnico, ela gritou os nomes do goleiro Ricardo Berna, do zagueiro Digão, que entrou no lugar de Leandro Euzébio, do meia argentino Conca e do atacante Rafael Moura.

Os principais alvos das vaias foram o lateral-esquerdo Júlio César, que substituiu Carlinhos no primeiro tempo, e o meia Marquinho. Júlio César provocou, inclusive, um momento inusitado. Ao ser punido com o cartão amarelo, ouviu os gritos de “expulsa”. Fred, Emerson, Gum, Mariano e Diogo não foram citados. Diguinho foi vaiado em alguns momentos.

A torcida precisa respeitar a gente, porque somos campeões brasileiros e vamos melhorar. Não estamos abatidos. Perdemos? Normal”, afirmou o atacante Emerson, ao deixar o campo no fim do jogo.

A derrota para o Boavista deixou o Fluminense na terceira colocação do Grupo B da Taça Rio. O próximo compromisso do time é contra o América-MEX, quarta-feira, no Engenhão, pela Copa Libertadores. Se não vencer, corre o risco de ser eliminado ainda na primeira fase da competição.
 

Leia tudo sobre: FluminenseCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG