Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcida do Fluminense hostiliza árbitro antes do jogo

Escalado como quarto árbitro, Gutemberg de Paula Fonseca foi o juiz que marcou os dois pênaltis na derrota para o Botafogo

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Antes mesmo de a bola rolar, a torcida do Fluminense já começou a pegar no pé dos quatro árbitros escalados para a partida. Mas, no fundo, o foco do torcedor era o único que não iria participar diretamente da partida. Escalado como quarto árbitro para o confronto diante do Argentino Juniors, o brasileiro Gutemberg de Paula Fonseca, juiz do clássico contra o Botafogo, domingo passado, foi hostilizado toda vez que cruzava o campo. 

Alvo de xingamentos e ofensas vindas das arquibancadas, com o grito de ladrão, Gutemberg foi acusado pelo vice-presidente do Fluminense, Alcides Antunes, de ter prejudicado a equipe na derrota de domingo. O árbitro marcou dois pênaltis contra o Fluminense em um intervalo de cinco minutos. Pelo menos um deles foi duvidoso e causou revolta na cúpula do clube das Laranjeiras.

Na ocasião, ainda no vestiário do Engenhão, Alcides disse que Gutemberg marcaria três, quatro ou quantos pênaltis fossem necessários até que o Botafogo marcasse um deles. Isso porque na primeira cobrança Loco Abreu deu a famosa cavadinha e praticamente atrasou a bola para Diego Cavalieri.

Leia tudo sobre: FluminenseLibertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG