Mais de dois mil torcedores estiveram presentes no aeroporto Tom Jobim. Saída de Fred causou tumulto

Parecia a festa de um título. Mais de dois mil torcedores do Fluminense lotaram o saguão do desembarque do aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, para recepcionar a equipe carioca, que conseguiu se classificar às oitavas de final da Copa Libertadores. A vitória por 4 a 2 sobre o Argentinos Juniors , em Buenos Aires, fez com que o time garantisse a vaga após estar praticamente eliminado.

O meia Marquinhos se emocionou com a multidão que esperava o time no aeroporto. "Passar por o que a gente passou é emocionante demais. Futebol é assim mesmo, por isso é tão incrível nossa recuperação. Acho muito legal chegar aqui e ter esse carinho. A torcida esteve com a gente sempre e isso é um prêmio para eles", declarou o meia do Fluminense.

Torcida do Fluminense lotou a área de desembarque do aeroporto Tom Jobim
Renan Rodrigues
Torcida do Fluminense lotou a área de desembarque do aeroporto Tom Jobim


Enquanto os jogadores não apareciam, os torcedores cantaram músicas provocando o técnico Muricy Ramalho, chamado o atual treinador do Santos de 'amarelão'. Além dele, o atacante Emerson também foi muito hostilizado, afastado do Fluminense por indisciplina.

Os jogadores e o técnico Enderson Moreira tiveram seus nomes gritados um a um, enquanto saiam com a ajuda de seguranças e policiais. Mas o tumulto foi maior na saída do atacante Fred, o mais festejado. Escoltado por quatro policiais, o atacante deixou rapidamente o aeroporto para escapar da multidão.

Agora o Fluminense enfrenta o Libertad, do Paraguai, na próxima fase da Libertadores. O primeiro jogo do confronto será realizado na quinta-feira, 28 de abril, no Engenhão. Antes, porém, no próximo domingo, a equipe faz o clássico com o Flamengo pela semifinal da Taça Rio.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.