Membros de organizadas não falam com jogadores, mas recebem de dirigente promessa de agendar uma reunião

Ronaldinho Gaúcho foi vaiado no clássico com o Botafogo
Vippcomm
Ronaldinho Gaúcho foi vaiado no clássico com o Botafogo
Apesar da conquista do Campeonato Carioca e de ter perdido apenas uma partida em toda a temporada, para o Ceará , no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o Flamengo vive dias turbulentos.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

Nesta terça-feira, 12 integrantes de organizadas foram à porta do Ninho do Urubu tentar falar pessoalmente com algus jogadores, principalmente, Ronaldinho Gaúcho , e com o técnico Vanderlei Luxemburgo . Segundo eles, alguns atletas estão abusando da vida noturna.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

No entanto, receberam apenas uma promessa do vice-presidente de futebol, Luiz Augusto Veloso, por telefone, de que será agendada uma reunião entre torcedores e jogadores. Durante a saída dos carros, eles sequer tentaram pará-los, mostrando que se tratava de um protesto pacífico.

"A cobrança é normal. A torcida procura protestar, com palavras fortes, é verdade, mas sem violência. Desde 2005, quando cheguei ao Flamengo, tem sido assim. A gente quer sempre o melhor, mas conseguimos vencer nos últimos jogos. Já fui torcedor e ele age com emoção. Sábado (contra o Atlético-MG, no Engenhão), vamos começar uma nova etapa e esperamos uma sequência que nos favoreça", disse Renato. "Ninguém vai ao trabalho do outro criticar assim. Mas somos pessoas públicas e temos que entender", emendou.

No último domingo, o Flamengo empatou sem gols com o Botafogo . O meia Ronaldinho Gaúcho foi bastente vaiado pelos torcedores . A equipe ocupa a décima posição na classificação do Brasileiro, com sete pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.