Faixas e camisetas, com as inscrições “Pilantra” e “Mercenário”, tiveram meia do Flamengo como alvo

Gremistas protestaram contra meia do Flamengo
Hector Werlang
Gremistas protestaram contra meia do Flamengo
O último treino do Grêmio antes de enfrentar o Flamengo, domingo, às 16h, no Olímpico, foi como todos os outros de uma semana atípica: o futebol ficou em segundo plano na comparação com o reencontro com Ronaldinho Gaúcho. A novidade, na manhã deste sábado, esteve na presença de faixas e camisetas contra o jogador.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Foi um aquecimento para o jogo. As inscrições “Pilantra” e “Mercenário” chamaram a atenção. Este tipo de manifestação foi proibida pela Polícia Militar durante a partida. Torcedores aguardam o julgamento de um recurso na Justiça que pode liberar o protesto.

Quem não estava com camiseta ou faixas apostou nos gritos. No momento em que os atletas deixavam a atividade, gremistas apelaram:

“Quebra o Ronaldinho, Douglas".

“Levanta ele, Fernando".

O Olímpico irá lotar, afinal, todos os ingressos foram vendidos. Os gremistas estão magoados e se consideram traídos pelo atleta, que saiu de forma polêmica para o PSG, em 2001, e, ao voltar para o Brasil, preferiu o Flamengo.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.