Equipe foi derrotada por 2 a 1 pelo Atlético-MG e ainda não afastou definitivamente fantasma do rebaixamento no Brasileirão

Os jogadores do Palmeiras não escaparam de um solitário protesto no desembarque na capital paulista, na manhã desta segunda-feira. De volta a São Paulo depois da derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG , em Sete Lagoas, a delegação alviverde ouviu críticas de um torcedor comum, que estava no aeroporto de Congonhas no mesmo horário.

Leia também: Felipão não vê risco de rebaixamento para o Palmeiras

O manifestante, que não quis se identificar, acusou o time de ter parado de jogar depois da briga entre o volante João Vitor e torcedores, há quase três semanas. Diante da insistente reclamação do rapaz, seguranças do clube se irritaram e discutiram com o jovem, a poucos metros do ônibus em que já estavam os jogadores.

LEIA TAMBÉM: Palmeiras é derrotado pelo Atlético-MG em em Sete Lagoas

null

"Vocês vão me bater? Eu posso falar, sou torcedor e aqui é democracia. Tire a mão de mim. Eu sou menor, vocês vão me bater na frente das câmeras?", afirmou o torcedor diante dos agentes.

A discussão começou no momento em que Luan entrava no veículo e ouvia críticas do rapaz. O atacante ainda olhou para o palmeirense, mas não respondeu. Quatro seguranças, então, se aproximaram do manifestante e o repreenderam, mas sem agressões.

Como o torcedor não parou com as reclamações, os ânimos se exaltaram. Assim, outros funcionários do clube apareceram e dispersaram a confusão. Depois da saída do ônibus, o palmeirense manteve suas críticas ao time.

E ainda: Felipão reclama da arbitragem e diz que Palmeiras perde "fora de campo"

"Meu sentimento é o mesmo de todo torcedor. Pararam de jogar depois do que aconteceu com o João Vitor. Ou sai o técnico ou saem todos os jogadores. O Palmeiras não é uma empresa, mas sim um clube com 16 milhões de torcedores. Coloquem então o time sub 20 para jogar. Só fico com dó do Marcos", reclamou.

O elenco do Palmeiras ganhou folga nesta segunda-feira e só volta aos trabalhos na tarde de terça, na Academia de Futebol. O próximo jogo da equipe será no domingo, diante do Coritiba, na Arena Barueri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.