Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Torcedor do Vitória, Liedson se empolga para encontro com o Bahia

Baiano de nascimento, o artilheiro do Corinthians espera manter boa média contra rival do seu time de infância

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Liedson ainda colhe os frutos da tarde de gala que teve no Pacaembu no domingo, quando marcou três gols na goleada por 5 a 0 do Corinthians para cima do São Paulo , mas já projeta o próximo duelo, contra o Bahia, quarta-feira, em Salvador. O duelo é especial para ele. De volta à sua terra natal, o atacante natural de Cairu, encara o time que na sua infância era o seu maior rival.

Bruno Winckler
Liedson tenta manter boa fase contra rival da infância

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

"Eu torcia pelo Vitória quando era pequeno. A rivalidade lá é muito grande também", comentou o artilheiro do Corinthians no ano com 15 gols. "Hoje não torço, minha família é toda corintiana", brincou.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a subir no ranking

Liedson foi o centro das atenções nesta manhã fria de treinos leves no CT do clube no Parque Ecológico. O atacante concedeu entrevistas e pacientemente esperou por todos os pedidos. Não era para menos. O atacante capitalizou para si a boa performance, inédita na sua carreira em clássicos.

"Eu já tinha marcado três gols em um jogo, mas nunca em clássicos. Uma vez marquei dois num clássico com o Benfica", recorda-se Liedson, citando a sua passagem de sete anos e meio pelo Sporting de Lisboa. Em março do ano passado, Liedson marcou quatro gols contra o Belenenses pelo campeonato português.

O curioso é que o jogo em que Liedson marcou mais gols com a camisa no Corinthians aconteceu justamente contra seu time de coração na infância, o Vitória. Na sua primeira passagem pelo clube, em 2003, Liedson marcou quatro vezes na goleada por 4 a 0 sobre o time baiano no Pacaembu. 

O atacante conta que chegou a fazer testes no rubro-negro baiano na adolescência. "Eu até fui aprovado, mas estou esperando até hoje me chamarem", brinca o artilheiro.  

Leia tudo sobre: corinthiansbahiavitóriabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG