Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tomografia aponta absorção completa do hematoma de Ricardo Gomes

Técnico do Vasco segue na UTI após AVC. Ainda não há previsão para retirada da sedação e do tubo traqueal

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

AE
Ricardo Gomes recebeu apoio de torcedores durante amistoso da seleção brasileira
Nova tomografia computadorizada realizada na manhã desta terça-feira constatou absorção completa do hematoma cerebral de Ricardo Gomes. Vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico no último dia 28, o técnico do Vasco segue internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Pasteur, no Méier, zona norte do Rio, respirando com auxílio de aparelho. A boa notícia, contudo, é o fato de não haver mais vestígios do coágulo drenado na cirurgia a que submetido horas depois de passar mal durante o clássico com o Flamengo.

O procedimento cirúrgico consistiu na retirada de aproximadamente 80 mL de sangue do cérebro do treinador, quadro provocado por um rompimento de um vaso sanguíneo. Após a drenagem do hematoma e o controle da hipertensão intracraniana, os médicos aguardavam a absorção total do sangue no tecido cerebral – o que ocorreu só agora.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Ricardo Gomes continua sedado, sem previsão de alta da UTI. Mas o tubo traqueal, uma espécie de ventilação mecânica auxiliando a respiração, pode ser retirado na quarta-feira. Desde a quartapassada o paciente passa por uma fisioterapia passiva, com os membros movimentados para evitar que sofram atrofia.

De acordo com o boletim médico divulgado pela manhã, o treinador vascaíno segue com estabilidade clínica e neurológica. A expectativa pela retirada do aparelho respiratório vem do diagnóstico dos médicos a respeito de algum tipo de sequela na fala. Segundo o clínico Fábio Miranda, pelas reações de Ricardo Gomes logo após a fase crítica do pós-operatório, os riscos são pequenos.

Siga o Twitter do iG Vasco e receba notícias do time em tempo real

Ricardo teve uma quinta-feira agitada quando recebeu muitas visitas e em horários variados, na semana passada. Romário e Ricardo Rocha foram dois que o visitara,. Ao reconhecer amigos e parentes, acabou apresentando um quadro de excitação, que levou a junta médica a optar por novos sedativos. Havia pouco tempo que passara de uma cirurgia delicada e seu cérebro deveria de mais repouso até estar estabilizado. Os médicos cogitaram suspender os medicamentos no fim de semana, o que não aconteceu. Por ora, ele vai permanecer na UTI e sem previsão do fim da sedação e da ventilação mecânica.

Leia tudo sobre: vascobrasileirão 2011ricardo gomes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG