Fellipe Bastos, Rodolfo e Eduardo Costa enfrentam domingo o Nova Iguaçu. Federação elaga pauta extensa nesta sexta

Vascaínos tentaram agredir árbitro após clássico contra o Fla
Futura Press
Vascaínos tentaram agredir árbitro após clássico contra o Fla
Alegando uma pauta extensa para esta semana, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio adiou para a próxima quarta-feira o julgamento dos jogadores do Vasco expulsos na derrota de 2 a 1 para o Flamengo, que seria realizado nesta sexta-feira. Com isso, Fellipe Bastos , Rodolfo e Eduardo Costa enfrentarão o Nova Iguaçu, domingo, pelo Campeonato Carioca. Diego Souza e Fágner , também “expulsos”, já não atuariam no fim de semana por terem recebido o terceiro cartão amarelo.

Leia também:  Vasco recua e escalará expulsos contra o Nova Iguaçu

Na tarde desta quarta-feira, a Federação de Futebol do Rio emitiu comunicado informando a alteração na data. Horas antes, o Vasco , por intermédio do vice-presidente jurídico, Anilbal Rouxinol, confirmou que o clube recuara da decisão de não escalar os atletas citados na súmula de Wagner dos Santos Rosa, e vai mandá-los a campo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Depois de receber garantias da Ferj e da Comissão de Arbitragem, Rouxinol perdeu o medo de Fluminense ou Bangu entrarem com recurso caso um dos dois, que brigam com o Vasco por uma vaga na semifinal da Taça Rio, se sentisse prejudicado. Mas o advogado vascaíno foi informado que não houve expulsão, uma vez que nenhum atleta foi informado pelo capitão do time, avisado no campo ou no vestiário ou advertido com o carão vermelho dentro de campo.

Confira ainda:  Vasco deve demitir diretor de futebol

"Eu aprendi, agora, a ler a súmula. Agora estou entendendo e conhecendo o caso. Antes, achava uma coisa. Só que agora os profissionais do departamento jurídico e a comissão de arbitragem me explicaram o procedimento correto, Não houve expulsão. Mudei de ideia", declarou Rouxinol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.