Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Título brasileiro é tratado como vitória pessoal por Emerson e Washington

Jogadores foram criticados pela torcida, mas podem sagrar-se campeões brasileiros tendo participação decisiva na conquista

Gazeta Esportiva |

Conquistar o título do Campeonato Brasileiro é importante para a carreira de qualquer jogador e quem atua no Fluminense vai alcançar esse objetivo no caso de uma simples vitória neste domingo, às 17h (horário de Brasília), contra o Guarani no Engenhão. Porém, para dois atletas do clube das Laranjeiras, a taça será uma vitória pessoal. São eles os atacantes Emerson e Washington, que admitiram nesta quinta-feira, após treino realizado nas Laranjeiras, que o título será sentido por eles dessa maneira.

Emerson pode ganhar o título seis meses depois de ter sido vaiado ao dar voltas ao redor do gramado. O jogador, quando passou perto de um grupo de torcedores, foi hostilizado por conta de sua identificação com o Flamengo, clube que é declaradamente torcedor. Naquela ocasião o "Sheik" respondeu dizendo que um dia aqueles mesmos torcedores iriam aplaudí-lo.

"Fiquei muito triste com as vaias, mas naquele momento acabei falando o que veio na minha cabeça. Porém nunca deixe de acreditar que meu trabalho aqui no Fluminense iria dar certo, pois sempre penso de maneira positiva. Não descarto nem mesmo virar um torcedor tricolor, mas gostaria que isso acontecesse de forma natural. O que posso dizer é que adoro o Fluminense", disse o atleta, que tem contrato com o clube até 2012.

Já Washington sempre viveu uma relação de amor e ódio com a torcida do Fluminense. Hostilizado em cenas de gols perdidos, também já teve muito seu nome gritado ao balançar as redes rivais. Há 15 jogos sem marcar e sendo muito cobrado pela imprensa por conta do jejum, o "Coração Valente" também vê a conquista do título como uma vitória pessoal.

"Estou há muito tem sem marcar um gol e mesmo assim o título pode ser conquistado no domingo. Tudo que acontece na sua vida por mais que seja negativo podemos tirar coisas positivas. Pude ver o que o torcedor do Fluminense sente por mim de verdade. Não importa o lugar que vou, todos chegam para mim e falam que eu serei o autor do gol do título. Estou feliz apesar de tudo, pois senti que a torcida me abraça e sou um cara que faz de tudo para deixar a torcida feliz como ela merece", contou.

O centroavante disse ainda que a conversa com uma torcedora o deixou ainda mais feliz pela proximidade do título.

"Esta semana fui dar autógrafos para uma torcedora que estava com sua mãe e ela me falou coisas maravilhosas. Ela chorou e acabei me emocionando também. Ela me contou que quando estava sendo o artilheiro do campeonato, assim que retornei ao Flu, falei em uma oportunidade que trocaria todos os meus gols pelo título brasileiro para o Fluminense. Ela e a filha olharam para a TV e disseram amém, que assim seja e pediram que Deus me desse esta benção. De lá para cá não fiz mais gols, mas estamos ai lutando pelo título e com boas chances de conseguirmos alcançar este objetivo", finalizou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG