Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Título aumenta chances de astros serem mantidos no Santos

Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro ganha atrativo do Mundial para convencer Ganso e Neymar a continuarem

Danilo Lavieri, Mário Monteiro e Samir Carvalho, iG São Paulo |

Com o título da Libertadores nas mãos, o Santos pode começar a planejar um futuro melhor financeiramente e tecnicamente. Com a taça, as chances de Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro conseguir manter Neymar e Paulo Henrique Ganso aumentam. Afinal, com a presença do Mundial de clubes no calendários os jogadores têm um atrativo além do aspecto financeiro.

O Mundial, aliás, deve trazer novos investimentos para o time. Com o título e com a passagem carimbada para tentar enfrentar o Barcelona em dezembro, os prêmios de patrocinadores serão maiores e novos devem surgir, querendo estampar a sua marca em uma eventual final contra o time espanhol, já que o confronto só acontece se ambos os times avançarem.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do seu time em tempo real

O aumento de verba também aumenta diretamente as chances de Neymar e Ganso continuarem no time. Afinal, com mais verba, há a possibilidade dos salários serem ainda maiores. E é claro que chegadas de novos atletas, como Zé Roberto, por exemplo, fica facilitada.

Outra mudança com o título é para a carreira de Muricy Ramalho. É quase impossível que o rótulo de que o treinador é ruim no mata-mata voltará a ser citado. Agora, o comandante é campeão Estadual, Nacional e Sul-Americano. Só falta o Mundial.

Conheça o aplicativo Torcida Virtual e deixe seu time em 1º no ranking

O Santos também busca, agora, igualar o São Paulo também em conquistas mundiais. Com três Libertadores, o time da Vila Belmiro está no mesmo patamar do rival do Morumbi como maior ganhador de taças da América do Sul e precisa do título no final do ano para ser o time mais campeão do país, especialmente após o reconhecimento do octocampeonato feito pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

O Pacaembu, agora, perde o rótulo de amaldiçoado. Até o título do Santos nesta quarta-feira, nenhum time brasileiro havia sido campeão da Libertadores no Pacaembu. Até mesmo o Peñarol, do Uruguai, já tinha alcançado esse feito.

Leia tudo sobre: santosneymargansolibertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG