Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite usa raras vitórias do América-MG para alertar corintianos

Time mineiro tem só quatro vitórias no Brasileiro, mas goleou os candidatos ao título Vasco e Fluminense

Bruno Winckler, iG São Paulo |

AE
O técnico Tite orienta Liedson durante treino
Nos dias que antecedem mais uma decisão para o Corinthians na briga pelo título, Tite tem na ponta da língua os argumentos para desviar do seu elenco o discurso de que o confronto entre líder e lanterna será mera formalidade.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

O América-MG , adversário corintiano no domingo, venceu apenas quatro jogos em 32, mas entre elas estão duas goleadas que para Tite devem ser muito bem observadas: 4 a 1 no Vasco e 3 a 0 no Fluminense. Os dois times brigam pelo título.

Leia também: Lembranças de 2005 atormentam Tite na reta final do Brasileirão

“Como vou falar que é fácil? O América fez 4 a 1 no Vasco, co-líder. Não foi por acaso”, disse Tite. “Eles fizeram 3 a 0 no Fluminense também. Se a gente entrar mole, não competir, achar que será fácil podemos pagar caro”, disse o técnico.

O América tem 20 rodadas seguidas como lanterna. Ocupa a rabeira da tabela desde a 12ª rodada. Time que menos venceu no torneio, tem poucos atributos a serem valorizados, mas para Tite até nas derrotas a equipe que voltou à primeira divisão neste ano teve bons momentos. O técnico cita o jogo contra o Santos, em Uberlândia, mesmo palco do jogo do próximo domingo, como exemplo.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e o ajude a se manter no topo do ranking

“Falei do Vasco, peguei uma vitória, mas posso pegar outro jogo, uma derrota. Contra o Santos eu vi (dia 21 de setembro). Saiu 1 a 0 para o Santos e no segundo tempo o América pressionou o tempo todo, empatou o jogo, tomou outro gol, mas sempre na iminência de empatar. Falo isso para representar”, argumentou.

Veja a classificação completa e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

A vitória corintiana sobre o time mineiro no primeiro turno também é lembrada. No sufoco, o Corinthians suou para fazer 2 a 1, mesmo saindo na frente com menos de um minuto de jogo após gol de Jorge Henrique. Renan, goleiro na ocasião, falhou e Kempes empatou na primeira etapa. O gol da vitória só veio aos 21 do segundo tempo, com Paulinho. Tite elogia o atacante do América, além do zagueiro Anderson, que trabalhou com ele no Corinthians em 2004.

“O Kempes tem uma qualidade extraordinária. O Anderson foi meu capitão aqui, e tem uma capacidade extraordinária também”, comentou.

null

Leia tudo sobre: corinthiansamérica-mgbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG