Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite se diz surpreso com a saída de William, mas evita polêmica

Técnico não quis opinar sobre o pedido de demissão do ex-zagueiro

Gazeta |

Como de costume, o técnico Tite não quis se posicionar sobre as atitudes de seus superiores no Corinthians, nesta quarta-feira. Ele se mostrou surpreso com a decisão do ex-zagueiro William de se demitir do cargo de gerente de futebol, por divergências com o restante da diretoria, mas evitou se alongar sobre o assunto.

"Fui pego de surpresa com os acontecimentos. Estávamos planejando o trabalho juntos", comentou, em entrevista à ESPN Brasil, antes de recobrar o discurso politicamente correto. "Sei me colocar no meu devido lugar. Essa questão é de uma hierarquia acima da minha e não tenho como fazer julgamentos sobre como as coisas estão sendo encaminhadas."

William entrou em atrito com a diretoria na condução da negociação com o volante Willian Magrão, do Grêmio. Especula-se que o presidente Andrés Sanchez e os diretores de futebol Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves preferiam reforçar a posição com o paraguaio Cristian Riveros, do Sunderland.

"Os dois são grandes jogadores", elogiou Tite, evitando polêmica mais uma vez. "Não gosto de me envolver nessas questões. Alguns técnicos ampliam a sua área de atuação, opinando sobre CT, atletas e outras coisas. Não tenho esse perfil e não vou fazer isso. Quando quiserem um treinador que interfira em salário de jogador, não serei eu", concluiu.

Leia tudo sobre: TiteCorinthiansWilliam

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG