Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite não desiste de título e cita exemplo de 2005 para manter elenco focado

Campeão brasileiro contra o Goiás há cinco anos, Corinthians só ficou com a taça porque o Inter não venceu seu jogo na rodada final. Tite usa situação para acreditar em tropeço do Fluminense

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854331587&_c_=MiGComponente_C

O técnico Tite é antes de tudo um otimista. Por mais difícil que esteja a situação do Corinthians para conquistar o título brasileiro, o treinador não se dá por vencido e usa exemplos recentes, inclusive de uma partida entre o Goiás e o Corinthians no Serra Dourada, para motivar seus jogadores de que tudo está em aberto na última rodada do Brasileirão. O treinador cita o duelo que definiu o último título brasileiro do Corinthians, em 2005.

Em 2005 o Corinthians jogou em Goiânia para ser campeão e perdeu. O Inter, que enfrentou o Coritiba no mesmo horário só precisava ganhar para ser campeão é perdeu. Até hoje o pessoal do Inter se morde de raiva quando lembram que não fizeram a parte porque achavam que o Goiás não venceria o jogo.

Tite pede respeito com o Goiás. Assista

Na última rodada do Brasileirão de 2005 o Corinthians precisava de um empate em Goiânia para ser campeão. Perdeu por 3 a 2 e contou com o tropeço do Inter, que perdeu por 1 a 0 para o Coritiba, para ser campeão.

Em situação parecida neste ano, o Corinthians precisa vencer o Goiás, domingo, e torcer para que o Guarani não perca para o Fluminense, líder do campeonato com 68, um mais que o Corinthians. Só essa combinação dá o título ao clube paulista cinco anos depois da sua última conquista do campeonato nacional.

Em 2005 o Corinthians fez 1 a 0 e quando o pessoal do Inter ficou sabendo desistiu do jogo porque achava que não valeria a pena. O Goiás virou o jogo e eles perderam a chance de ganharem o campeonato, disse Tite.

Perguntado porque acredita tanto no título, Tite disse que só no futebol é possível apostar que um time pior possa vencer um melhor, casos do Guarani e do Goiás contra Fluminense e Corinthians. Futebol. Futebol. Às vezes tu bota volume, coloca duas bolas no pau, vê um goleiro ser o melhor em campo. Não é voleibol. As variáveis no futebol são muito grandes, disse Tite.

Vai que o Fluminense está ganhando, 1 a 0, segurando o jogo e tem uma bola parada, uma bola alçada na área deles. Tem de ter nervos fortes e tudo pode acontecer, disse o otimista treinador corintiano.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG