Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite não considera chinês como reforço, mas valoriza intercâmbio

Técnico ainda não conta com Chen Zhizhao, que so chegará ao Brasil no final de janeiro

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Reprodução Site Nanchang Hengyuan F.C.
Chen espera liberação do visto de trabalho
O técnico Tite ainda não conta com o chinês Chen Zhizhao como reforço do Corinthians para esta temporada e nem acredita que o atacante de 23 anos represente um "reforço técnico" para sua equipe. O treinador valorizou o esforço do Corinthians em contratar um jogador de um mercado emergente , mas ainda aguarda a assinatura do contrato com o jogador para comentar mais abertamente sobre Zhizhao.

Veja também: Presidente do Corinthians pede tempo de adaptação a reforço chinês

"Não está confirmado ainda, não há contrato assinado, mas posso falar. O Corinthians com sua grandeza transcende o Brasil e há outros aspectos. Não é um reforço técnico, mas valoriza entidade num plano maior, de expansão para a China e isso é importante. É uma iniciativa válida enquanto intercâmbio e se de a contratação se confirmar vamos recebê-lo com carinho, esperando por um bom desempenho do trabalho", disse o treinador.

E mais: Corinthians quer usar intercâmbios para bancar gastos com CT da base

O Corinthians já entrou em acordo com o empresário Flávio Pires, responsável pela aproximação entre o clube o atacante chinês. O clube aguarda a liberação do visto de trabalho do jogador para que ele chegue a São Paulo, faça exames médicos e assine contrato. Foi fechado um acordo de dois anos de empréstimo com Nanchang Hengyuan, time da primeira divisão chinesa.

"Não podemos esquecer que é uma mudança de cultura radical. Um pouco complicado. Temos que dar um tempo para a adaptação do jogador", comentou o presidente em exercício do clube, Roberto de Andrade, em entrevista ao Sportv.

null

Leia tudo sobre: corinthiansmercado da bolachen zhizhaochinatite

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG