Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite ignora Felipão e mantém a ruptura. "Eu sigo minha vida"

Treinadores bateram boca durante a partida semifinal do Campeonato Paulista

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Tite ignora Felipão e mantém ruptura. “Eu sigo minha vida, ele a dele”Pouco antes de Luiz Felipe Scolari ser expulso no primeiro tempo entre Palmeiras e Corinthians, o técnico Tite, do Corinthians, mostrou a beira do campo como ainda tinha rusgas com seu ex-amigo, treinador palmeirense. “Você fala muito. Você fala muito”, disse Tite para Felipão, que pressionava a arbitragem de Paulo César de Oliveira.

Após o jogo, na entrevista coletiva nos vestiários do Pacaembu, Tite mostrou que mantém-se arredio com o colega palmeirense. “Vou falar uma vez só. Eu sigo minha vida dele e ele a dele. Só”, comentou o técnico.

null

Durante o jogo, com Felipão em campo, Tite acusou o palmeirense de ter sido responsável pelo clima de guerra criado antes do jogo. “Você começou, isso. Você é responsável”, gritou Tite à beira do gramado.

“Tudo que falei ali eu assumo. Não divido situação de jogo, lado profissional e lado humano, está tudo junto”, disse Tite.

A relação entre Tite e Felipão está estremecida desde o final do ano passado, quando o Palmeiras não fez muita força para vencer o Fluminense, rival do Corinthians na briga pelo título. Ficou pior quando neste ano, antes do clássico do dia 6 de fevereiro, Felipão declarou que perderia o jogo para manter Tite no cargo. O corintiano não gostou e se sentiu humilhado.

No pós jogo, Felipão, ao contrário de Tite, minimizou a má relação que hoje os dois cultivam. Eles não se cumprimentaram antes dos jogos. “Eu discuti com o Tite durante o jogo da mesma forma que discuto com Muricy e com qualquer técnico. Acabou o jogo acabou a discussão. Eu defendo meu trabalho ele defende o dele”, disse.
 

Leia tudo sobre: PalmeirasCorinthiansPaulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG