Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite elogia Fluminense por ter bancado Muricy após convite para seleção

Beneficiado por decisão de Muricy que acabou tirando Mano Menezes do Corinthians, Tite prefere não julgar colegas por suas escolhas

Bruno Winckler, enviado iG em Goiânia |

O campeão Fluminense e o terceiro colocado Corinthians começaram o Campeonato Brasileiro comandados por dois dos melhores técnicos do país. Não por acaso Muricy Ramalho e Mano Menezes foram os primeiros nomes a serem lembrados pela CBF para assumir a seleção brasileira após a Copa do Mundo. O Fluminense bancou Muricy. O Corinthians não segurou Mano. E Tite, que de certa forma se beneficiou desta conjuntura para encerrar o ano como o terceiro treinador do Corinthians no Brasileirão, acredita que o Fluminense acertou na sua  decisão de peitar a CBF e ficar com Muricy.

Seguramente o título do Fluminense foi conquistado com o mérito de ter ficado com o Muricy mesmo com o assédio da seleção brasileira. Eu acredito em continuidade de trabalho. Eu não acredito em interrupção. Eu acredito em reconduzir. Eu acredito em continuidade, disse Tite, que acabou se enrolando quando perguntado logo em seguida se o Corinthians errou em não ter feito o mesmo que o Fluminense quando Mano foi contactado.

É seleção brasileira. Aí está o projeto ideal de cada um. Me parece que foi opção individual. Não é só um lado. Tem que ser o clube e o profissional. Não é só uma coisa. As duas coisas têm de se conjugar.  Eu não posso falar. O Muricy também quis ficar. E o Mano quis ter a oportunidade profissional. Quem sou pra julgar os outros.

Quando Muricy recusou o primeiro convite para assumir o lugar de Dunga após a Copa da África do Sul, Mano foi o segundo a ser lembrado e não pensou duas vezes antes de aceitar a mudança. O Corinthians não poderia segurá-lo porque havia um acordo entre a diretoria do clube e o técnico de que em caso de convite da seleção a saída deveria ser consensual, que foi o que acabou acontecendo. Azar do Corinthians, que nas palavras do sortudo Tite, perdeu a chance de dar continuidade a um trabalho que estava dando certo.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthiansfluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG