Tamanho do texto

Técnico e zagueiro do Corinthians minimizam ficha cadastral de atacante em torcida organizada

A polêmica recente movida pela divulgação de uma ficha cadastral do atacante Kleber , do Palmeiras, na maior torcida organizada do Corinthians foi recebida com indiferença entre os corintianos nesta terça-feira. O técnico Tite e o zagueiro Leandro Castán conversaram com os jornalistas e deixaram de lado a polêmica. Dizem que tal divulgação nada acrescenta para o clássico de domingo.

Suposta ficha de filiação de Kleber divulgada pela Gaviões da Fiel
Reprodução
Suposta ficha de filiação de Kleber divulgada pela Gaviões da Fiel

Siga a página do iG Corinthians e do iG Palmeiras no Twitter

"Vejo responsabilidade minha de técnico, dos jogadores e da imprensa em ver apenas o lado positivo da coisa. E isso não contribui em nada", disse o técnico Tite, após a reapresentação do elenco nesta terça-feira.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a assumir a liderança do ranking

O zagueiro Leandro Castán, que terá de marcar Kleber e conhece o estilo brigador do atacante na disputa do jogo, diz nada tem a ver o passado corintiano do jogador, sendo que agora ele é profissional e defende o clube que o contrata e lhe paga. Castán até minimizou o jejum de gols que vive Kleber, sem marcar há seis jogos.

"Isso é parte de torcedor. Agora ele é profissional. Pode até ser corintiano na juventude, mas agora defende sua equipe E dá muito trabalho. Não está fazendo gol mas incomoda, briga e cria espaço, vai ser jogo muito difíci. Ele é excelente jogador e promete mais uma vez dar muito trabalho. Tem esse jeito dele de brigar sempre, mas não sendo desleal não tem problema", disse Castán.