Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite diz ter solução para fim das polêmicas: trabalho

Técnico do Corinthians quer esquecer controvérsia em torno do pênalti favorável a seu time no duelo contra o Cruzeiro

Gazeta Esportiva |

Novo líder do Campeonato Brasileiro, o técnico Tite quer encerrar de vez as polêmicas que envolvem a arbitragem. Nesta segunda-feira, o comandante do Timão voltou a opinar dizendo que Ronaldo realmente sofreu pênalti do cruzeirense Gil, no último sábado, mas quer deixar o assunto para trás à base do trabalho no dia a dia.

"Ronaldo tinha a autonomia da jogada, estava com a bola e sofreu uma carga forte por trás. Foi pênalti", comentou, em entrevista ao Sportv. "Entendo a dor de quem perde. Perdi uma semifinal de Libertadores com o Grêmio, em que meu goleiro defendeu um pênalti da mesma forma que o adversário e o juiz mandou voltar só o meu. Quero ser bem claro: o Sandro é um baita árbitro, que acertou na maioria dos lances. Houve jogadas de interpretação, com mais erros de auxiliares do que dele".

"O Campeonato está aberto, na briga pelo título e até pela Libertadores. Tenho que chegar amanhã e fazer meu trabalho bem feito", acrescentou Tite, que admitiu ter temido por uma possível retaliação da arbitragem no duelo entre Corinthians e Vitória, no fim de semana. "Passou pela minha cabeça. Não sou ingênuo, não sou babaca. Tenho meu lado cafajeste, mas optei pelo lado bom, por fazer meu trabalho. Deixo isso para outras pessoas".

Questionado sobre as declarações de Roger, do Cruzeiro, que aconselhou Palmeiras e São Paulo a entregarem seus jogos ao Fluminense para prejudicarem o Corinthians, Tite preferiu falar pouco. "Respeito a manifestação do Roger. Eu penso, mas não falo. O lado bom de falar de arbitragem é que deixaram de lado a baboseira da semana passada (sobre armação de resultados)", concluiu.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG