Para treinador, o pênalti pró-Grêmio foi "uma vergonha". Corinthians venceu de virada: 2 a 1

Tite chamou de vergonhosa a atuação do árbitro
Gazeta Press
Tite chamou de vergonhosa a atuação do árbitro
Tite detonou a atuação do árbitro Nielson Nogueira Dias, de Pernambuco, após a vitória corintiana sobre o Grêmio por 2 a 1 , neste domingo, em Porto Alegre. Segundo ele, o lance que originou o primeiro gol do jogo, um pênalti de Leandro Castán em Leandro, não existiu.

"Não foi absolutamente nada. Eu fiquei constrangido. Tive vergonha do que ele marcou. Mas no primeiro tempo ele já tinha deixado de dar um escanteio claro para o Grêmio e o estádio inteiro riu dele", disse Tite, em entrevista coletiva após o jogo.

Siga o Twitter do Corinthians no iG Esporte

O zagueiro corintiano, pelo Twitter, escreveu que a virada corintiana fez justiça. Segundo Castán, não houve falta dele em Leandro. "Aí galera. Sobre o pênalti, eu nem chego a encostar nele (Leandro). Ele viu que a bola ia sair e cavou o pênalti. Mas Deus é justo e saímos com a vitoria", escreveu Castán na sua página no microblog.

[]Segundo Tite, o gol do Grêmio, marcado após cobrança precisa de Douglas no controverso pênalti aos 13 minutos, não abateu os corintianos, que se mantiveram concentrados. "Nossa equipe foi melhor no segundo tempo, concentrada, manteve equilíbrio emocional. Pedi isso aos jogadores, pois sabia que no segundo tempo ia ter mais espaço", disse o treinador.

O Corinthians também teve um pênalti duvidoso anotado a seu favor. Aos 20 minutos do segundo tempo, Lúcio se enroscou com Liedson dentro da área e o atacante acabou caindo. Chicão converteu a cobrança e empatou o jogo.

Para o goleiro Júlio César, nenhum dos lances polêmicos foi falta. "Nem o nosso nem o deles eu acho que foi pênalti", disse.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.