Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite copia Barça, mas Corinthians não consegue imitar catalães

Conceito do futebol do Barça é transmitido pelo técnico, mas, até agora, time paulista não o alcançou

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Com as devidas proporções, Tite gosta de usar o Barcelona como o exemplo a ser seguido por seus comandados no Corinthians. Porém, em quatro rodadas até aqui no Campeonato Brasileiro , o Corinthians está longe de imitar o Barcelona na sua essência.

AE
Tite transmite seus conceitos aos seus comandados

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

Desde que Josep Guardiola assumiu o comando da equipe espanhola, em 2008, o Barcelona nunca deixou o campo com a posse de bola inferior à do adversário. Já o Corinthians, em três dos quatro jogos feitos pela equipe até agora o time de Tite encerrou a partida com a porcentagem de bola muito abaixo dos rivais.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e convide seus amigos

“Se é para apontar um exemplo, vamos no melhor: o Barcelona. Joga bonito, troca passes, controla o jogo, e conjuga talento e execução. Claro que não dá para fazer o que eles fazem, mas a ideia, o conceito, é possível transmitir. E é isso que transmito no Corinthians”, disse Tite, recentemente, em uma palestra que proferiu na sede da Federação Paulista de Futebol.

Segundo o treinador corintiano, a consciência tática dos jogadores do clube espanhol, e a forma como o time da Catalunha controla a posse de bola são referências que tenta transmitir aos seus jogadores. Mas até aqui, só contra o Coritiba, na segunda rodada, o Corinthians conseguiu uma leve vantagem no quesito posse de bola.

Contra os paranaenses, o jogo terminou com 52% de posse de bola para o Corinthians e 48% para o Coritiba. Já nos outros jogos ocorreu o oposto. Contra o Fluminense, no último domingo, o time carioca, mesmo derrotado, ficou com a bola em 63% do tempo contra 37% dos corintianos.

Antes, na terceira rodada, contra o Flamengo no Engenhão, o Corinthians viu o Flamengo dominar a posse de bola por 61% do tempo contra 39% do seu domínio. Na estreia, contra o Grêmio, o time gaúcho ficou com 55% da posse de bola contra 45% do Corinthians, que venceu o jogo por 2 a 1.

“Quando não se pode fazer como o Barcelona, você precisa valorizar o período em que você tem a bola. Tocar, girar, jogar de cabeça abaixada, mas já sabendo onde está o colega para tocar a bola”, disse Tite na mesma ocasião.

E a cópia, mesmo não tão fiel ao original, vem dando certo. O Corinthians tem 10 pontos, está invicto e está apenas dois pontos atrás do São Paulo, seu próximo adversário. O clássico está marcado para o dia 26, no Pacaembu.

Leia tudo sobre: corinthiansbarcelonabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG