Neste Paulistão, seis das oito vitórias foram "magras". Consistência é marca de Tite no clube

Vitórias magras e defesa forte são marcas de Tite no Corinthians
AE
Vitórias magras e defesa forte são marcas de Tite no Corinthians
O técnico Tite comandou no último sábado contra o Botafogo-SP sua 70ª vitória no comando do Corinthians . Entre 2004 e 2005, na sua primeira passagem, e agora, desde outubro de 2010, Tite comandou a equipe em 135 jogos com 38 empates e 27 derrotas. O mais curioso nos números do técnico no clube, são as vitórias magras, marca do time neste início de 2012 (seis das oito vitórias no Paulistão foram por um gol).

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores corintianos

Das 70 vitórias de Tite, 44 foram pela margem mínima. Ou seja, 62% dos triunfos foram "apertados". Na sua primeira passagem, Tite comandou a equipe em 51 Jogos e em 15 das 24 vitórias, a diferença foi mínima. Em 2004, depois de assumir a equipe na zona de rebaixamento, na rodada seguinte a uma derrota por 5 a 0 para o Atlético-PR, Tite construiu um time coeso, que com vitórias magras se recuperou e terminou o Brasileirão daquele ano na quinta colocação. O aproveitamento de Tite no Corinthians é de 61,2%.

Leia também: Tite pode superar Mano Menezes e Luxemburgo em 2012

Nesta segunda passagem, Tite já comandou 46 vitórias do Corinthians e 28 foram pela margem mínima. Na conquista do Brasileirão, 17 dos 21 triunfos foram por um gol de diferença. Tite argumenta que o equilíbrio entre as equipes do Brasileirão explica este número. Neste Paulistão, porém, com uma disparidade maior entre as equipes, o Corinthians venceu seis dos oito jogos por um gol. Foram duas "goleadas" por 2 a 0. Desta forma, o time tem apenas 13 gols marcados e é dono do pior ataque entre os oito melhores times do torneio que se classificariam para a próxima fase

E mais: Para Tite, título brasileiro o coloca num patamar acima de Mano Menezes

Se as vitórias com Tite no Corinthians não são sinônimo de muitos gols, o técnico tem como mérito a construção de uma equipe sólida, que é vazada poucas vezes. Foi assim ao longo da suas passagens pelo clube. Das 27 derrotas, 19 foram por um gol de diferença. Invicto em jogos oficiais em 2012, o time sofreu apenas três gols em 10 jogos do Paulistão.

Um detalhe: em apenas seis dos 135 jogos do treinador no Corinthians a equipe sofreu três gols numa partida. Após um destes jogos, no Brasileirão do ano passado, na derrota por 3 a 2 para o Avaí, o treinador se irritou e disse ser inadmíssivel sofrer três gols num jogo . "Não pode tomar três gols de ninguém. Nem do Avaí, nem do Real Madrid".

Entre para a torcida virtual do Corinthians e o ajude a se manter no topo do ranking

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.