Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tite aponta posse de bola do Corinthians como diferencial do time

Equipe do Parque São Jorge é a que mais tempo passa com a bola nos pés no Paulistão

Bruno Winckler, iG São Paulo |

AE
Tite diz que ter posse de bola ajudou o time a retomar bom caminho no Estadual
A recuperação do Corinthians no Campeonato Paulista no último mês passou por um fundamento que o técnico Tite gosta de valorizar: a posse de bola. De acordo com números do FootStats, o Corinthians é, entre as 20 equipes do Estadual, aquela que mais tempo ficou com a bola nos pés nos seus 10 jogos: um total de 137 minutos e uma média de 13 minutos e 45 segundos por jogo sem deixar a bola com o adversário.

“Esse time nos últimos anos, mesmo que com alguns jogadores diferentes, teve esta característica de tocar a bola, valorizar a posse dela. Não poderia tentar mudar este jeito de jogar. Neste processo que tentamos dar ao time uma sequência de bom desempenho e repetição de padrão, este fundamento é essencial para ser trabalhado”, disse o técnico após a entrevista coletiva que concedeu na terça-feira.

Quando Tite cita outras temporadas para realçar a importância da posse de bola, ele se remete aos times de 2009 e 2010, quando o time de Mano Menezes fazia boas apresentações tendo neste fundamento um dos seus pilares.

Quando chegou ao Corinthians, em outubro, Tite lembrou que sua contribuição para o time seria fazê-lo render da forma como já havia demonstrado ser capaz. As peças principais do time eram as mesmas e “com o resgate de confiança” o time reagiu, mesmo não atingindo o título brasileiro.

“A gente tinha uma fórmula. Claro que tudo pode ser mudado, mas o futebol não tem muito mistério. É trabalho e sequência de bom desempenho. Ainda buscamos um equilíbrio, mas com um time que joga de uma certa forma há uma tempo, é possível encontrá-lo mais facilmente”, disse.

O Corinthians perdeu cinco titulares do ano passado: Ronaldo, Roberto Carlos, Jucilei, Elias e William. Tite aponta que a mudança de uma estrutura, em todos os setores do time, fez com a adaptação da equipe levasse um tempo. Mas para o técnico, ter paciência e “foco no trabalho”, fez o Corinthians ter condições de estar hoje dividindo a liderança do Estadual com o Mirassol. E mais importante, usando a posse da bola, um dos dogmas da equipe nos últimos anos como o alicerce da equipe.

“Avisei a todos que só com trabalho e esquecendo o que acontece de fora que iríamos nos recuperar. Os treinos têm sido proveitosos nesse sentido o que tem ajudado a criar um entrosamento entre os atletas e uma natural melhora em todos os fundamentos como o passe e a posse de bola”, completou o treinador.

Tite aproveita mais uma semana sem jogos para aprimorar o fundamento nos treinos. O Corinthians só volta a jogar no sábado, em Lins, contra o Linense, pela 11ª rodada da primeira fase do Estadual.

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011tite

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG