Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tirone muda o tom, mas mantém críticas a Valdivia

Na festa da Federação Paulista, presidente do Palmeiras reafirma que chileno ainda não rendeu o esperado

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras, tentou adotar um tom conciliatório após as pesadas críticas em polêmica entrevista, mas voltou a cutucar o chileno Valdivia. Na noite desta segunda-feira, durante festa da Federação Paulista para os melhores do Paulistão, o dirigente passou seu recado para o meia.

"Gosto do Valdivia e nunca quis me desfazer dele. O que aconteceu é que me perguntaram sobre ele na entrevista, expliquei que tenho de pagar R$ 20 milhões até agosto e que até agora ele não rendeu o esperado", afirmou. "Mas contamos com o Valdivia no Brasileiro, ele pode ajudar muito o Palmeiras."

Sobre as supostas noitadas do jogador, Tirone procurou agora ser mais compreensivo. "Tenho idade para ser o pai do Valdivia. Quando tinha a idade dele, também gostava de sair, é normal..."

O presidente do Palmeiras, que também criticou Felipão na polêmica entrevista, procurou agora um tom diplomático com o treinador. "Quero que o Felipão fique por muito tempo no Palmeiras. Vamos atrás dos reforços que ele pediu."

Ao ser questionado sobre o assunto, Felipão, também presente à festa, saiu pela tangente. "Está tudo bem. Não vou entrar em polêmicas."

Leia tudo sobre: PalmeirasValdiviaFelipão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG