Tamanho do texto

Presidente do clube diz que montadora de carros que sairá perdendo por não renovar acordo

O nervosismo dos bastidores por um novo patrocinador e pela renda que ele dará ao Palmeiras não é aparente nas palavras do presidente do clube, Arnaldo Tirone. Durante o evento que contou com a presença do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, nas obras da Arena Palestra nesta terça-feira, o dirigente minimizou a saída da Fiat da camisa de sua equipe e disse que já conversa com outras empresas. Ele admitiu que a Pirelli, fábrica de pneus italiana, é uma das interessadas.

“Sinceramente, que vai sair perdendo com a saída do clube é a Fiat. Eu queria que eles continuassem, mas se eles não querem, eles que vão perder”, minimizou Tirone. “Estamos conversando com alguns interessados, e o Palmeiras vai ganhar mais dinheiro. A Pirelli mostrou interesse, sim, vamos ver”, completou o dirigente.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

A Pirelli já patrocinou o Palmeiras desde a saída da Parmalat e ficou até 2006, pagando algo em torno de R$ 6 milhões. Atualmente, cogita-se que a empresa de pneus pagará entre R$ 13 milhões e R$ 15 milhões.

Além da saída da Fiat, que chegou a pensar em renovar pelos mesmos R$ 17 milhões por mais um ano , a Unimed Seguros também deixará de estampar a sua marca na camisa do clube, além de deixar de bancar parte dos salários de Luiz Felipe Scolari. A perda de receitas faz o departamento financeiro clamar por novas receitas e por um trabalho mais forte do grupo de marketing.

Em contrapartida, Rubens Reis, responsável pelo marketing, reclama de trabalhar sozinho e de ter múltiplas tarefas. Isso acontece, especialmente, por Bruno Frizzo e Marco Pollo Del Nero Filho, antigos indicados para o comitê gestor de marketing, terem se afastado.

“Estamos analisando propostas. O clube precisa saber valorizar o dinheiro que tem. Na hora de contratar jogadores temos que ir com calma. A torcida precisa ter calma”, completou Arnaldo Tirone.

No Palmeiras, cresce o movimento para que o departamento de marketing sofra alterações. Alguns afirmam que o clube só não conseguiu renovar com os patrocinadores por causa da desorganização do departamento se comparado com o da gestão antiga. Até por isso, Tirone também analisa terceirizar o departamento. Rubens, por sua vez, ignora as conversas de bastidores e diz trabalhar forte para trazer boas novidades para o clube.

Com a Fiat, Palmeiras chegou a fazer promoção até na hora de comemorar gols
Gazeta Press
Com a Fiat, Palmeiras chegou a fazer promoção até na hora de comemorar gols