Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tirone diz: "Se depender de mim, Felipão continua"

Em entrevista à rádio, presidente do Palmeiras banca técnico e diz que resolverá tudo na base da conversa

iG São Paulo |

Felipão não sairá do Palmeiras, mas vai ter uma reunião com sua diretoria. Foi o que afirmou Arnaldo Tirone em entrevista à "Rádio Bandeirantes", nesta quinta-feira.

Após a goleada por 6 a 0 sofrida no Couto Pereira, o presidente do clube disse que não tem cabimento demitir um treinador por causa de apenas uma derrota e que esse vexame foi algo isolado no meio da ótima campanha do time.

Ele ressaltou que conversará com Felipão para entender as necessidades de seu treinador e decretou: "Por mim, ele fica."

Confira os principais pontos da entrevista de Arnaldo Tirone:

O Felipão vai continuar como treinador?
Tirone:
Se depender de mim, o Felipão continua. Por causa de um resultado ele vai sair? Se for assim eu também tenho de sair. O que temos de fazer? Vamos ver o que podemos fazer, ver o que aconteceu, porque foi um desastre.

O que fazer daqui para frente?
Tirone:
Estamos abatidos, não aceitamos esse tipo de resultado e vamos ver o que vamos fazer daqui para frente. Vamos analisar o que aconteceu até agora, o Palmeiras não estava mal. Tivemos a infelicidade de o Valdivia se machucar e o árbitro teve uma atuação conturbada. Agora, esse jogo (contra o Coritiba) não existiu. O time não teve equilíbrio para se impor e ganhar o jogo. Teve o pênalti também que abateu, perdemos um jogador, neste momento temos de ficar triste. Temos de ser frios também porque não adianta desesperar.

Que tipo de conversa você terá com Felipão?
Tirone:
Primeiro, eu que sou presidente, sou o responsável. Vou conversar com o Felipão, mas temos de dar um desconto. Temos de entender o momento. Fomos jogar contra um grande time, deu tudo certo para eles e nós erramos. Quero saber se ele tem motivação. Acredito no trabalho dele. Nesse momento não vou mudar nada, não vou ser radical. Perder é da vida, mas o placar abateu. Perder era até calculável.

O Felipão tem um bom custo benefício?
Tirone:
Eu acho que ainda é positivo o custo benefício do Felipão. Mas precisamos ter uma conversa, entendo a torcida que está abatida, se quiserem criticar, podem. Agora, eu tenho de ser gelado.

Você acredita na virada em São Paulo?
Tirone
: É claro que estamos quase eliminados. Esse campeonato é uma página virada. Sete a zero é um resultado meio impossível. Temos de entrar e jogar futebol para mostrar que o Palmeiras tem um horizonte.

Você considera o time bom?
Tirone:
O time está sendo montando, ganhamos do Santos na Vila Belmiro, o Palmeiras vem em uma crescente. Contra o Coritiba desabou, mas vamos analisar o que está sendo feito. Tem time que contratou três astros que não estão jogando. Não dá cobrar de jogadores como o Wellington Paulista, que está entrando no jogo. Sou gelado, aceito e assumo qualquer tipo de cobrança, mas também o Palmeiras vinha vindo bem.

Que tipo de reação você espera do elenco?
Tirone:
O técnico é o Felipão e claro que ele manda (no departamento de futebol). Dou autonomia para ele, porque ele tem muito crédito no Palmeiras e no futebol mundial. A pessoa tem de estar motivada e tem de aceitar uma derrota, uma adversidade. Não adianta não aceitar, tem de pegar isso como uma experiência. Não dá para dizer que vamos cair daqui para frente.

O time precisa de reforços?
Tirone:
O Palmeiras mostrou que não é um time para ser campeão, ele caiu. O que temos de fazer? Analisar e continuar trabalhando. Não aceito, não estou dando desculpa. Mas o que posso fazer? Vou ver o que aconteceu, vou conversar com o técnico e o vice de futebol para ver o que dá para fazer. Não dá para dizer também o que o time é ruim, até domingo todo mundo elogiava o Palmeiras. Foi um desastre, fundiu o motor, mas não podemos parar de trabalhar.

O time tem problemas de relacionamento?
Tirone:
Não tem um time que não tem problema de relacionamento. É preciso trabalhar o dia a dia. Isso acontece até em nossa casa, precisamos administrar esses problemas de relacionamento. Temos de dar sempre o desconto para as coisas. Eu só posso pedir desculpa.

Leia tudo sobre: palmeirasfelipãotirone

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG