Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tirone diz considerar prematuro o Palmeiras ter eleições diretas

Proposta de Conselho Deliberativo é de que o presidente do clube seja escolhido pelos sócios, e não mais pelos conselheiros

Gazeta |

Gazeta Press
Arnaldo Tirone diz não ser contra a eleição direta no Palmeiras, mas pede estudos
O Conselho Deliberativo do Palmeiras discutirá na próxima segunda-feira a possibilidade de o clube passar a eleger seu presidente por meio de eleições diretas. Dono do cargo máximo atualmente, Arnaldo Tirone considera a medida um avanço, mas acha prematuro implantar no Palestra Itália.

"Não sou contra eleição direta, mas tem de ser melhor estudado e ver a hora correta de implantar. Neste momento, acho um pouco prematuro. O Palmeiras precisa estar mais tranquilo e organizado. É um avanço, que precisa acontecer na hora certa", afirmou o mandatário.

Palmeiras é o 12º colocado no Brasileirão. Veja a classificação completa

A proposta é de que o presidente seja escolhido pelos sócios, e não mais pelos conselheiros. Porém, o clube não deve ter uma definição na segunda, quando a ideia deve ser apenas debatida.

Outro polêmico tema que estará na pauta é a formação de um comitê gestor para o futebol, que comandaria de forma independente o departamento e diminuiria o poder da presidência.

LEIA TAMBÉM: Tirone não se preocupa com possível interesse do São Paulo por Felipão

"São propostas de alteração de Estatuto. Há uma comissão analisando, não posso garantir o que vai acontecer. O que o Conselho decidir estará decidido. Mas são propostas que precisam ser bem analisadas. O Palmeiras tem de se preparar para isso, e o Conselho deve acatar o que for bom para o clube", acrescentou Tirone.

O mandatário também falou com cautela sobre a chance de o comitê ser criado. "É uma boa proposta, mas que precisa ser aprovada", completou.

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG