Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tirone banca Felipão: “Ele não sai até o fim do contrato”

Após derrota por 3 a 0 no Pacaembu, presidente insiste em manter técnico no Palmeiras

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Vaias, protestos e xingamentos. A derrota por 3 a 0 do Palmeiras para o Internacional neste domingo, no Pacaembu, teve após o apito final do árbitro um cenário próprio aos times em profunda crise. Torcedores ofenderam dirigentes nas tribunas e pediram a saída de Luiz Felipe Scolari e de alguns jogadores, como Luan e até Valdivia, que nem esteve no estádio. Ele está contundido.

Apesar do resultado, porém, nada muda no Palmeiras. O presidente Arnaldo Tirone, nos vestiários do Pacaembu, deixou claro que não é momento de “caça às bruxas” e bancou Felipão até o fim do seu contrato, em dezembro de 2012. O técnico apresentou nesta semana um documento a Tirone oferecendo o cancelamento da multa rescisória do seu contrato para que o clube se sinta livre para demiti-lo sem pagar nada.

“Não vou assinar (o documento) porque não pretendo demitir o Felipão nem agora, nem até o final do contrato. Respeito a decisão do Felipão, o time vive momento delicado, com resultados que não eram os que a gente desejava, mas o Felipão é um dos melhores técnicos do Brasil e tem total condição de conduzir o trabalho”, disse Tirone.

Felipão disse após a derrota para o Inter que o resultado não retratou o jogo e que a reação da torcida ao pedir a sua saída de alguns jogadores foi natural “O que vocês esperavam? Seu time perde por 3 a 0, e você queria que a torcida aplaudisse, fizesse festa para técnico e jogadores? Ela até que se comportou educadamente. Torceu, mas quanto perde não aceita e se manifesta. Entendemos e podemos dizer que foram educados”, disse Felipão.

“Não tenho os dados ainda, mas desde o primeiro tempo até os vinte do segundo tempo, tivemos sete, oito, dez oportunidades, talvez cinco muito vivas de gol e não acertamos. Não é motivo para eu ficar apavorado. Jogando dessa forma nós temos uma alternativa melhor para o futuro”. O Palmeiras chutou 26 bolas a gol contra nove do Internacional. Os números são do Footstats e você pode tê-los no seu iPhone ou iPad .

null

Leia tudo sobre: palmeirasbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG