Com gol aberto, meia teve a chance de ampliar vantagem no primeiro tempo, mas errou e viu o Bahia empatar

null

A bola do jogo esteve nos pés de Tinga . Não era uma chance qualquer. O Internacional vencia por 1 a 0. O cronômetro apontava os acréscimos do primeiro tempo. Após o goleiro Marcelo Lomba espalmar, na pequena área, com o arqueiro caído e o gol escancarado, o meio-campista do Inter, todo desengonçado, de perna esquerda, chutou para fora. Ao ver o lance, Leandro Damião levou as mãos à cabeça sem acreditar no que via.

O jogador não conseguiu matar o Bahia . O time comandado por René Simões voltou vivo para o segundo tempo e empatou o confronto em 1 a 1 . Tinga assumiu toda a responsabilidade pelo placar.

"Pensei que estava impedido e fui um pouco displicente. Se eu tivesse feito o gol, a gente teria ganhado a partida. Essa é a análise que tem que ser feita. Tenho 100% de culpa no resultado. Pode colocar esses dois pontos perdidos na minha conta, pois não fiz o gol", lamentou após a partida.

Confira imagens das partidas deste domingo pelo Brasileirão

Um dos mais queridos jogadores junto ao torcedor e um dos mais experientes do grupo, Tinga, com sua atitude, protegeu os jovens que estavam em campo.

"Acredito que com 2 a 0 no segundo tempo, dificilmente eles fariam dois gols. A experiência nessa horas tem que contar. Estamos com muita gurizada e os guris jogaram muito bem. Quando acerta as pessoas elogiam e quando a gente erra tem que ouvir a critica", comentou.

O resultado manteve o Inter na sétima posição no Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, os colorados promoverão a estreia do técnico Dorival Junior no jogo contra o Botafogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.