Tamanho do texto

Volante acha que o treinador quis tirar a pressão e cogita falar com companheiros para evitar clima ruim

O volante Tinga preferiu não polemizar sobre a declaração do técnico Falcão de que o Inter não teria grupo suficiente para brigar pelo título do Brasileirão. Ele preferiu dar uma nova interpretação para o que foi dito pelo treinador.

“Opinião cada um tem a sua. O Internacional em todas as vezes que foi campeão não era favorito. E mesmo assim não deixou de ser campeão. Se ele falou talvez seja para tirar um pouco o peso da nossa equipe. De repente tenha um objetivo nisso. Quero pensar que seja isso”, disse.

Pouco antes, o vice de futebol Roberto Siegmann havia discordado e dito que via o Inter em condições de disputar as primeiras colocações . O jogador inclusive se propôs a conversar com os companheiros caso alguém interpretasse mal as declarações do trenador.

“Se eu sentir que pode prejudicar, com certeza farei isso. Eu sempre procuro ver as situações para os dois lados. é melhor não ser apontado como favorito. Estamos em alerta por não ganhar há dois jogos, mas sabemos que não está tudo errado”, disse.

O Inter só fez um ponto nas duas primeiras rodadas do Brasileirão. O time volta a campo no domingo, 18h30, contra o América-MG, em Campo Grande-MS. O atacante Leandro Damião, a serviço da seleção brasileira, e o volante Bolatti, convocado pela Argentina, serão desfalques.