Antônio Vicente Martins comandou setor que, em oito meses, teve problemas com 13 jogadores

Carlos Alberto colecionou problemas no Grêmio de Renato Gaúcho
Gazeta Press
Carlos Alberto colecionou problemas no Grêmio de Renato Gaúcho
Busatto; Gabriel, Rafael Marques, Jailton e Everton; Vinícus Pacheco, Carlos Alberto, Ronaldinho Gaúcho e Leandro; Jonas e Borges. Escalação que poderia fazer bonito no Brasileirão, basta ver que tem os dois artilheiros do campeonato , na verdade, é o time de trapalhadas da direção do Grêmio . Tem ainda três reservas: Lins, Wellington Paulista e André Lima.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Estes casos – perdas de jogadores, erros em contratações, dificuldade em renovar e inscrever, reconsideração de dispensa e etc. – contribuíram para a troca de Antônio Vicente Martins e seus pares por Paulo Pelaipe. O único que sobrou, após oito meses de gestão, foi o presidente Paulo Odone.

Tudo começou em dezembro do ano passado, quando a direção perdeu Ronaldinho Gaúcho para o Flamengo . Outro caso grave foi a saída de Jonas para o Valencia – as tratativas para a renovação de contrato foram suspensas durante o caso R10.

A tentativa frustrada de contratar Wellington Paulista, do Palmeiras, sem condições legais de atuar, foi o último caso. Na entrevista de despedida, Antônio Vicente Martins amenizou o caso:

"Há tempestade em copa de água. Digamos que ele não possa vir, mas não se justifica uma crítica exagerada. Pode ser uma cagada, mas não é por isso que o Grêmio é menor".

Paulo Pelaipe será apresentado na terça-feira. No dia seguinte, o Grêmio enfrenta o Atlético-MG, às 19h30min, no Olímpico, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Confira cada caso

Busatto: Depois de ser emprestado ao ASA-AL, a direção pediu o retorno do goleiro, afinal, o elenco ficou com apenas três da posição

Gabriel: Renovação de contrato do lateral-direito demorou e, por não ser publicada no BID, o jogador perdeu duas rodadas do Brasileirão

Rafael Marques: Zagueiro havia sido dispensado após a Libertadores e o Gauchão, porém, virou titular no Brasileirão

Jailton: Menor de idade, zagueiro foi impedido de viajar de avião para Rivera, no Uruguai, para a disputa do Gre-Nal dos reservas do Gauchão

Everton: Meia e lateral esquerdo teve negociação encaminhada com o Cruzeiro, porém, estava machucado e não veio para o Olímpico

Vinícus Pacheco: Meia foi contratado sem autorização do Flamengo e precisou ir ao Rio de Janeiro negociar a sua liberação

Carlos Alberto: Após ser dispensado do Vasco, meia foi contratado e colecionou polêmicas. Foi liberado sem a aprovação de Renato Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho: Embora as negociações tenham começado em 20 de setembro de 2010, direção perdeu a disputa para o Flamengo. Não mandou representante para negociar e culpou o jogador e o empresário Roberto de Assis Moreira pelo fracasso

Leandro: Menor de idade, atacante foi impedido de viajar de avião para Rivera, no Uruguai, para a disputa do Gre-Nal dos reservas do Gauchão

Jonas: Negociação com Ronaldinho Gaúcho paralisou tratativa de renovação e atacante foi para o Valencia

Borges: Depois de ser dispensado, atacante empilhou gols no Santos e o Grêmio ficou sem alternativas parfa o setor

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.