Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Time checheno anuncia amistoso com seleção brasileira de 2002

Terek Grozny terá como capitão o presidente da região separatista. Sonho é ter astros como Ronaldo e Kaká na partida

EFE |

Recém-aposentado dos gramados, Ronaldo poderá voltar a vestir a camisa da seleção brasileira no dia 10 de março, em um amistoso contra o Terek Grozny, anunciou nesta terça-feira o Ministério do Esporte e Turismo da Chechênia, uma das repúblicas que integram a Rússia.

De acordo com o titular da pasta, Haidar Alkhanov, a seleção utilizará apenas jogadores que fizeram parte da campanha do título mundial de 2002. O Terek, cujo técnico é o ex-atacante holandês Ruud Gullit, terá como capitão o presidente do clube e também líder do governo checheno, Ramzan Kadyrov.

"O líder da república será quem vai decidir a escalação para a partida. Além disso, o próprio Ramzan Kadyrov irá a campo como capitão da equipe", disse o ministro, que não explicou se o acordo para a realização do amistoso foi firmado com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Alkhanov disse ainda que, "se tudo ocorrer como previsto, os habitantes da Chechênia poderão ver em campo astros como Kaká, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho".

O ministro ressaltou que o objetivo da partida é celebrar o início da nova temporada do Campeonato Russo. Em 2010, o Terek terminou a competição em 12º lugar, e para este ano sonha em ficar na parte de cima da tabela.

"Acho que será um grande estímulo para os jogadores do Terek e um presente para os torcedores chechenos", afirmou Alkhanov.

Leia tudo sobre: Futebol MundialSeleção BrasileiraKakáRonaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG