Atacante manifestou à diretoria desejo de jogar na Europa e preferiu não conversar com a imprensa

O atacante Thiago Ribeiro não ficou satisfeito com a diretoria do Cruzeiro por ter recusado a proposta do Cagliari, da Itália , na semana passada. O jogador já manifestou o interesse em atuar no futebol europeu e preferiu não conversar com os jornalistas até que a negociação esteja encerrada em definitivo. A diretoria cruzeirense desmentiu os valores divulgados e aguarda uma nova proposta dos italianos.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

O gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, afirmou que a proposta do Cagliari não era de cinco milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do jogador, como foi divulgado pela imprensa italiana. “A proposta é muito inferior a dez milhões de euros. Se o clube divulgou o valor de cinco milhões (por 50%), eles devem estar incorporando o que vai ser pago ao Thiago Ribeiro. Um negócio que não está totalmente selado, nem para frente e nem para trás. Pode ser reaceso, pois o Thiago manifestou certo desejo de jogar no futebol europeu. Mas é um assunto que está desaquecido no momento”, afirmou o cartola cruzeirense.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Valdir Barbosa explicou a decisão do atleta de não falar com a imprensa. “De repente, ele está pensando, é reservado e não gosta de polêmica. Até que decida uma posição definitiva sobre essa transferência, talvez não queira falar. Um jogador que nunca nos trouxe o menor problema, nem disciplinar e nem técnico. Sempre se portou muito bem quando chegaram propostas a ele ou ao seu agente. Vamos aguardar, ter outras conversas com o jogador e com o agente para ver como o assunto se desenrola daqui para frente”, disse Valdir Barbosa.

O dirigente cruzeirense espera que a situação se defina o quanto antes com uma nova proposta dos italianos. “O prazo está vencendo, a janela está se fechando. É necessário que a coisa se acelere um pouco mais. Vamos ver o que vai acontecer nas próximas 24 horas”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.