Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Thiago Ribeiro quer tirar o clássico passado como uma lição

Para o atacante, time entrou desligado no último duelo contra o Atlético, fato que causou a derrota por 4 a 3

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Pelas ruas de Belo Horizonte, muitos torcedores dizem que o jogo que tirou o título do Campeonato Brasileiro do ano passado do Cruzeiro foi o clássico do segundo turno contra o Atlético. O time de Cuca estava na briga direta pelas primeiras colocações, enquanto o de Dorival Júnior lutava para se afastar da zona de rebaixamento. Além disso, o mando do jogo era do Cruzeiro e o Parque do Sabiá, em Uberlândia, só tinha cruzeirenses. Mas foi o Atlético que saiu com a vitória (4 a 3). Para o atacante Thiago Ribeiro é essencial aprender com os erros do passado para vencer o clássico deste sábado, em Sete Lagoas.

Vippcom
Thiago Ribeiro balançou as redes duas vezes no último clássico, mas não conseguiu evitar a derrota
Thiago Ribeiro nunca havia balançado as redes no grande clássico até o jogo do segundo turno do Brasileiro passado, quando fez dois gols. Entretanto, a ajuda do atacante não foi suficiente e o Cruzeiro amargou a derrota. Para ele, o time entrou um pouco desligado na partida. “Não entramos naquele jogo como se deve entrar em um clássico. Pensamos que poderíamos vencer o jogo na hora que quiséssemos, e não foi assim. Clássico tem que entrar a duzentos por hora, como se fosse uma final de Copa do Mundo, para não cometer erros. Procurar estar ligado o tempo todo para não dar brechas ao adversário”, avaliou o atacante.

Thiago Ribeiro afirmou que aquela derrota foi difícil de ser assimilada. “Infelizmente, aquela derrota no último clássico custou caro, já que tirou a gente da liderança. Temos que usar esse jogo como lição”, reiterou. O atacante ainda não balançou as redes na temporada. Nada que abale a confiança de um dos principais “garçons” do time. “Os gols ainda não saíram, mas estou ajudando o time de outras maneiras. Se Deus quiser, na hora que o time precisar, vou voltar a marcar”, concluiu.


 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG