Com apenas dois pontos, Argentina pode ser ultrapassada por Bolívia ou Costa Rica nesta quinta no grupo A

Jogador da seleção argentina mais amado pela torcida, Carlitos Tevez mostrou a mesma frustração de quem lotou o estádio do Colón, em Santa Fé, e viu a Colômbia dominar a partida que terminou empatada em 0 a 0 nesta quarta-feira. O atacante também se decepcionou.

"Eles tiveram chances boas, uma sozinha na frente do gol. E nós tivemos erros de posicionamento. A Colômbia mereceu ganhar", admitiu o ex-jogador do Corinthians , lembrando de oportunidade clara, com o gol vazio à frente, que o colombiano Dayro Moreno chutou para fora no primeiro tempo.

Longe de convencer na Copa América que sedia, a Argentina tem que acordar logo, de acordo com o próprio Tevez. "É preciso resolver isso rápido para deixarmos esses resultados para trás", disse o jogador do Manchester City , da Inglaterra, também no titular no empate por 1 a 1 com a Bolívia na estreia.

Inoperante, Tevez foi presa fácil para a zaga colombiana, que ainda não sofreu gols na Copa América
AP
Inoperante, Tevez foi presa fácil para a zaga colombiana, que ainda não sofreu gols na Copa América
O atacante ainda nega o desespero interno, mas lembra que é fundamental vencer a Costa Rica na segunda-feira, em Córdoba, para se classificar sem precisar torcer contra ninguém - a Argentina tem somente dois pontos somados no grupo A, já está atrás da Colômbia, que tem quatro, e pode ser ultrapassada por Bolívia e Costa Rica, que se enfrentam nesta quinta-feira.

"Estou tranquilo, a equipe esta tranquila. Vamos rever o jogo para ver o que erramos porque precisamos ganhar para não dependermos de outros resultados", indicou Tevez. "Jogamos mal, mas temos jogadores de muito bom nível. O importante é que dependemos de nós mesmos. Não jogamos bem, mas as coisas em campo nós temos que solucionar internamente. Vamos resolver os problemas", reforçou, tentando minimizar a crise.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.