"Conversamos como homens, e ficou tudo claro", disse sobre o contato que teve com Sergio Batista

O atacante Carlos Tevez e o técnico da seleção argentina, Sergio Batista, se reuniram na sexta-feira e fizeram as pazes, por isso o jogador do Manchester City ainda tem chances de participar da Copa América, que será disputada do dia 1º ao dia 24 de julho.

Batista tinha dito, sem dar explicações, que Tevez, artilheiro do Campeonato Inglês junto com Dimitar Berbatov, do Manchester United, não tinha lugar na seleção argentina. "Conversamos como homens, e ficou tudo claro. Batista me disse que não tenho um complô com Maradona (antecessor de Batista no comando da seleção) nem com ninguém", disse o jogador à emissora de televisão "TyC Sports".

"Fico tranquilo comigo mesmo, nada mais. Deixei claro que se disse algo ou fiz algo foi sem má intenção. E disse a ele que estou disposto a somar na seleção", comentou Tevez.

O atacante argentino ainda falou sobre a decisão de Batista de ter Messi como titular. "Messi tem que jogar e depois vêm os demais. Não sei de onde tiraram que não quero ser suplente", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.