Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tevez diz que se sente um prisioneiro no Manchester City

Atacante argentino reiterou o desejo de deixar a equipe inglesa, onde tem um relacionamento conturbado com o técnico Roberto Mancini

Gazeta |

Já é a segunda janela de transferências consecutiva em que o argentino Carlitos Tevez tenta sair do Manchester City mas é mantido no clube contra a vontade. Revoltado, o atacante falou sobre sua situação à revista alemã "Kicker".

Leia mais: No fim da janela, Tevez fica no City e Thiago Motta vai para o PSG

Reuters
Tevez afirma que se sente um prisioneiro no Mancheter City
"A situação é muito estranha para mim. Eu queria sair e tive ofertas de outras ligas, mas o Manchester City nunca aceitava as ofertas", comentou o jogador de 27 anos, que está sem jogar desde setembro, quando ruiu o relacionamento entre ele e o técnico Roberto Mancini.

Confira ainda: Kia diz que Tevez permanece no City até julho

"Milan, Inter de Milão e Paris Saint-Germain queriam me contratar, mas para o Manchester City sempre tinha um problema nas ofertas. Quero jogar futebol e não posso, me sinto um prisioneiro", desabafou o ex-jogador do Corinthians.

E mais: Tevez recua e não assina com o PSG

Tevez está no Manchester City desde 2009. Foi o destaque do time até a janela de transferências para a temporada de 2011/12, quando tentou forçar sua saída e quase foi para o Corinthians, clube onde foi ídolo entre 2004 e 2006.

Depois dessa janela, passou a jogar menos com a contratação do conterrâneo Kun Aguero e foi afastado do elenco após ter se recusado a aquecer para entrar em campo numa partida contra o Bayern de Munique em setembro.

Leia tudo sobre: tevezmanchester cityinglaterrafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG