Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tentativa de expulsão de Bebeto ‘racha’ oposição no Botafogo

'Movimento Carlito Rocha' e 'Mais Botafogo' haviam iniciado conversas para formação de chapa única

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Gazeta Press
Possível expulsão de Bebeto agitou os bastidores políticos do Botafogo
A tentativa de expulsão do ex-presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas , do quadro social do clube, aprovada na última terça-feira pela Junta de Julgamentos e Recursos (JJR) e que ainda precisa ser retificada pelo Conselho Deliberativo, gerou um ‘racha’ em dois grupos de oposição ao atual presidente, Maurício Assumpção, justamente em ano eleitoral no clube carioca.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O “Mais Botafogo” e o “Movimento Carlito Rocha” haviam iniciado uma aproximação no começo de 2011. Em reuniões, os dois grupos definiam a possibilidade da formação de uma chapa única de oposição para concorrer nas eleições presidenciais, marcadas para novembro deste ano. Porém, o iG apurou que a tentativa de expulsar Bebeto de Freitas, com participação ativa dos membros do “Mais Botafogo”, gerou irritação e afastou as duas correntes políticas de oposição.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

O processo de investigação das contas do último ano de mandato de Bebeto de Freitas teve auditoria do ex-vice presidente administrativo do clube, Anderson Simões, um dos principais nomes do grupo ‘Mais Botafogo’, além da participação de outros integrantes da chapa na Junta de Julgamentos e Recursos. Apesar de não declarar oposição aberta a Maurício Assumpção, o grupo é formado por vários ex-integrantes do primeiro ano da gestão do atual mandatário.

Enquanto isso, o “Movimento Carlito Rocha”, que apoiou as candidaturas de Bebeto de Freitas e participou ativamente em seus dois mandatos (2003 a 2008), divulgou nota repudiando a atitude da Junta de Julgamentos e Recursos e criticando a tentativa de expulsar o ex-presidente do quadro social. O próprio Bebeto de Freitas se manifestou por meio do blog do grupo, afirmando ser vítima de uma perseguição política e prometendo ir até o Poder Judiciário para provar inocência.

A polêmica sobre a investigação contra Bebeto atingiu até mesmo o atual presidente do Botafogo , Maurício Assumpção. Preocupado em não vincular sua imagem com a tentativa de expulsão do ex-presidente, analisada e julgada pela Junta de Julgamentos e Recursos, o atual mandatário divulgou duas notas oficiais no site do clube. Na primeira, explica que a decisão sobre a expulsão de Bebeto não é definitiva , e na segunda, divulgada na última quarta-feira, elogia o ex-presidente e afirma discordar da decisão da Junta .

Embora não tenha anunciado oficialmente, o atual mandatário deverá tentar a reeleição para a presidência do Botafogo. A base política de Maurício Assumpção tinha esperança de que seu nome fosse unanimidade no clube, como aconteceu na eleição do seu primeiro mandato, mas a possibilidade de expulsão de Bebeto de Freitas deverá movimentar os grupos e lançar novos candidatos.

Leia tudo sobre: botafogobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG