Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Temendo pressão, FPF adia sorteio do juiz da 2ª final do Paulista

Nome seria definido nesta quinta, junto com o sorteio do árbitro do 1º jogo entre Santos e Corinthians

Paulo Passos, iG São Paulo |

Após divulgar que faria o sorteio dos árbitros para as duas finais nesta quinta-feira, a Federação Paulista de Futebol voltou atrás e preferiu adiar a escolha do juiz da segunda partida. Para o primeiro jogo, o sorteio foi feito e definiu o nome de Cleber Wellington Abade.

Segundo o chefe da comissão de arbitragem da Federação Paulista de Futebol, Coronel Marcos Marinho, a escolha do juiz da grande final foi adiada para evitar “pressão em cima dele”. “Nós não queríamos expor muito o segundo sorteado (do segundo jogo). Ele teria uma semana muito longa, de dez dias de pressão”, afirmou.

Marinho havia dito na última segunda-feira que os dois nomes seriam definidos nesta quinta. “Foi um pedido do presidente da Federação (Marco Polo Del Nero) que eu concordei”, explicou.

Gazeta Press
Chefe da comissão de arbitragem, Coronel Marinho preferiu adiar sorteio do árbitro do segundo jogo da final


Três nomes serão sorteados na próxima semana para definir o árbitro do último jogo do Campeonato Paulista: Wilson Luiz Seneme, Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Luiz Flávio de Oliveira. Abade, que foi sorteado para apitar a primeira partida, foi excluído do sorteio do segundo jogo.

Nas semifinais do Paulista, o sorteio dos árbitros foi cercado de polêmicas, após o “Jornal da Tarde” ter divulgado, no dia que seria definido o juiz de Palmeiras e Corinthians, o nome de Paulo César de Oliveira como o escolhido. A Federação Paulista de Futebol classificou o caso como "chute" do diário.

Antes do jogo, dirigentes do Palmeiras reclamaram da escolha de Paulo Cesar de Oliveira. Após serem derrotados nas cobranças de pênaltis, o técnico e alguns jogadores palmeirenses acusaram o árbitro de ter favorecido o Corinthians.

Sorteio com 20
O presidente da Federação Paulista de Futebol defendeu nesta quinta-feira a realização dos sorteios para definir os árbitros dos jogos do Paulista. “É algo previsto na lei, que eu até já fui reticente, por ouvir entidades de árbitros que se queixavam. Hoje, em razão dessa polêmica, eu sou a favor do sorteio. E não só quatro, como foi hoje. De 20, 10, 15 árbitros. No ano que vem, nós vamos colocar 20 árbitros para o sorteio”, afirmou Marco Polo Del Nero.

O Coronel Marcos Marinho, responsável pela comissão de arbitragem, confirma a intenção de aumentar o número de juízes nos sorteios no Campeonato Paulsita de 2012. “Não sei se teremos 20 em condições de apitar os grandes jogos, mas colocaremos 15, o maior número possível”, diz Marinho.


 

Leia tudo sobre: CorinthiansSantosCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG