Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnicos amigos medem forças na decisão do Campeonato Mineiro

Cuca, do Cruzeiro, e Dorival Júnior, do Atlético-MG, foram companheiros nos tempos em que jogavam

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Atlético-MG e Cruzeiro escrevem mais um capítulo da maior rivalidade de Minas Gerais neste domingo, na Arena do Jacaré. Os dois times de melhor campanha no Campeonato Mineiro se encontram às 16h, na Arena do Jacaré, na primeira partida da decisão do torneio.

O clássico, que teve direito a provocações durante a semana, reúne dois rivais comandados por técnicos amigos: Dorival Júnior e Cuca foram colegas nos tempos em que eram jogadores.

Vipcomm
Cuca não gostou das provocações dos atleticanos pelo Twitter
A semana que antecedeu o clássico foi agitada. O Cruzeiro foi eliminado da Libertadores e os atleticanos não pouparam o maior rival com várias piadinhas pela internet. O técnico Cuca, chateado, pediu mais responsabilidade aos jogadores no uso do Twitter. “Hoje em dia está uma loucura com esse Twitter. Às vezes o jogador não tem coragem de falar no microfone o que fala no Twitter. A pessoa tem que entender que, mostrando um sentimento, seja ele bom ou ruim, aquilo tem uma responsabilidade grande...”

No Atlético-MG, que está concentrado na final do Mineiro desde a classificação na semifinal contra o América-MG (o time foi eliminado pelo Grêmio Pudente na Copa do Brasil), Dorival Júnior teve que aguardar até o final da semana para saber se poderia contar com a dupla Magno Alves e Mancini no ataque.

Os jogadores estão confirmados e ansiosos pela disputa do clássico. “Estou feliz porque retomei aos treinamentos, foi uma semana de trabalho forte e estou recuperado graças a Deus, com o apoio de toda a fisioterapia”, disse o atacante Magno Alves.

A Arena do Jacaré terá apenas a torcida atleticana nesse primeiro confronto, por questões de segurança. O Atlético-MG tenta vencer um clássico pela primeira vez como mandante em Sete Lagoas, já que os visitantes têm feito a festa diante dos torcedores rivais.

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Dorival Júnior elogiou o trabalho do amigo Cuca
O Cruzeiro segue com dificuldades para montar seu ataque. Thiago Ribeiro e Brandão continuam fora por conta de lesão. Wallyson ainda sente dores na panturrilha esquerda, mas foi relacionado. Somente minutos antes do jogo será possível saber se o atacante entrará em campo. O jovem Dudu está avisado e pronto para jogar. “O Cuca vem me utilizando um pouco mais adiantado, mais perto do gol. Graças a Deus, está dando resultado. Onde ele me colocar, tenho que jogar, fazer o melhor para ajudar o Cruzeiro”, disse Dudu, que pode formar a dupla de ataque ao lado do paraguaio Ortigoza

Negócios à parte
Em lados opostos no clássico, os técnicos Dorival Júnior e Cuca são amigos fora de campo. Os dois foram companheiros de time no Juventude.

“O Cuca fez grandes trabalhos ao longo dos anos, sempre montando grandes elencos, deixando um trabalho consistente por onde passou. Este é o objetivo de todo treinador. O principal é que você saia de algum clube deixando este clube bem melhor do que quando você tenha chegado, imagino que esta semelhança seja a mais direta entre a gente”, disse Dorival Júnior.

Cuca afirmou que Dorival Júnior não é tão sério quanto parece e até revelou um apelido do treinador atleticano. “Dorival é serio para a imprensa. Ele gosta é de uma palhaçada. Eu e o "Nariz" jogamos juntos no Juventude. A mulher dele ficou brava comigo quando ele fez aniversário e jogamos óleo e ovo nele. Ficou bonito, até”, concluiu o treinador cruzeirense.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-MG X CRUZEIRO
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 8 de maio de 2011 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Roberto Braatz (FIFA/PR) e Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Serginho, Fillipe Soutto, Giovanni e Bernard; Mancini e Magno Alves
Técnico: Dorival Júnior

CRUZEIRO: Fábio; Pablo, Gil, Victorino e Gilberto; Marquinhos Paraná, Henrique, Roger e Montillo; Ortigoza e Dudu (Wallyson)
Técnico: Cuca

 

Leia tudo sobre: CruzeiroAtlético-MGCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG