Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico vê Gerrard como um dos maiores da história do Liverpool

Após renovação de contrato, meia deverá encerrar a carreira no time e poderá virar embaixador do clube após aposentadoria

Gazeta |

Após ver o meia Steven Gerrard renovar seu vínculo com o Liverpool, o técnico do time, Kenny Dalglish, exaltou o camisa 8. Ídolo do clube, Dalglish afirmou ser "difícil" não concordar que o jogador está entre os maiores da história da equipe.

Leia também: Gerrard comemora renovação de contrato com o Liverpool

"Ele certamente deu uma grande contribuição ao clube. Outros têm opiniões diferentes, mas ele não está longe de ser considerado o grande jogador do Liverpool Football Club", afirmou o comandante.

Nesta quinta-feira, Gerrard assinou um novo vínculo com o Liverpool, válido até o final de sua carreira de jogador, e com direito a um cargo de embaixador do clube após sua aposentadoria. Aos 31 anos, ele sofreu com seguidas lesões na última temporada. Mas, diante do Manchester City, atuando pela Copa da Liga Inglesa, voltou a se destacar e marcou o gol da vitória por 1 a 0.

Veja também: Lance polêmico gera discussão entre Gerrard e Mancini

Revelado pelo Liverpool, o meia começou sua carreira como profissional do clube em 1998. Após confirmar o novo acerto, Gerrard exaltou a relação que tem com o time desde os tempos de torcedor.

"Este é o clube que eu amo e é o time que eu torço desde que eu sou jovem. Estou vivendo um sonho como capitão de um dos maiores clubes do mundo. Amo vir trabalhar aqui todos os dias e não mudaria por nada no mundo as experiências que tive desde meus oito anos, quando assinei meu primeiro contrato com clube", contou.

No Liverpool, a expectativa é de que a aposentadoria do jogador demore a chegar. Um exemplo de longevidade no Campeonato Inglês é o meia Ryan Giggs, que tem 38 anos, mas já renovou contrato com o Manchester United e não fala ainda sobre aposentadoria. Perguntado se Gerrard pode tomar o mesmo caminho, Dalglish foi evasivo.

"Giggs tem 38 anos, não é? Ainda há sete anos até lá, é muito tempo. Mas se ele tiver em forma e bem, não tem motivo para não conseguir. Não tenho uma bola de cristal. Estou apenas realizado por tê-lo aqui", completou.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterraliverpoolgerrard

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG