Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico nega que jogadores poloneses saíram com prostitutas

Smuda afirmou que confia totalmente em seus jogadores, que negaram as notícias publicadas pelo jornal Fakt

EFE |

O técnico da Polônia, Franciszek Smuda, defendeu seus comandados nesta segunda-feira e negou que os jogadores contrataram prostitutas em um hotel na cidade de Grodzisk Wielkopolski, na qual a seleção costuma se concentrar.

"Conversei seriamente com os atletas, e eles desmentiram tudo. Eu acredito neles. Os anônimos e as fofocas não me interessam", disse o treinador, negando as informações publicadas pelo jornal local Fakt, que revelou, citando fontes não identificadas, o que chamou de "diversões" de parte da delegação polonesa.

Segundo o periódico, seis integrantes da equipe contrataram os serviços de quatro prostitutas. "Fico chateado porque existe um bom ambiente na seleção e alguém está tentando alterá-lo", lamentou Smuda, que prepara o time para o amistoso desta terça-feira diante da Grécia.

A Polônia vem de uma derrota por 2 a 0 para a Lituânia, também em partida amistosa, disputada na última sexta-feira. O jogo foi marcado pelos confrontos entre a torcida polonesa e a Polícia lituana.

Leia tudo sobre: FUTEBOLPOLÔNIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG