Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico José Mourinho nega se sentir ameaçado: "Medo? De quê?"

Comandante do Real Madrid teria sofrido uma tentativa de esfaqueamento no aeroporto de Corunha, no norte da Espanha

Gazeta |

EFE
José Mourinho no treino do Real Madrid
Depois da revelação de que José Mourinho havia sido vítima de um atentado, e salvo de uma facada por um dos seguranças do Real Madrid, o treinador falou pela primeira vez do assunto. Segundo Mourinho, ele não está se sentindo ameaçado.

"Há dois dias, me disseram que um rapaz da segurança tinha alguma coisa nas costas. Não sei de mais nada. Mas ter medo? De quê?", questionou Mourinho, durante sua entrevista coletiva. A tentativa de ataque ao técnico aconteceu no aeroporto de Corunha, no norte da Espanha, na última quinta-feira.

O treinador português, inclusive, afirmou que sequer viu que um torcedor tentou esfaqueá-lo. "Se realmente aconteceu alguma coisa, eu não vi nada", assegurou o treinador.

Kaká
Mourinho comentou o fato de Kaká estar fazendo um plano de treinamento específico. “Recebi a informação que o jogador tem uma dor que o limita em sua agilidade nos movimentos. Ele não é feliz se não estiver em condições perfeitas. Decidiram que o melhor é que ele volte quando estiver bem”, afirmou

O português disse que Kaká é importante para o time, principalmente neste final de temporada. Mesmo assim, reafirmou que ele só será utilizado quando estiver 100%. “Prefiro ver ele bem. No é bom para ele nem para o Real Madrid que ele jogue quando não estiver bem”, completou.

 

Leia tudo sobre: espanhafutebol mundialmourinhoreal madrid

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG