Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico estreia com o pé direito, e Ipatinga vence Rio Branco-ES

Guilherme Alves levou time mineiro ao triunfo por 1 a 0, no jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil

Gazeta |

Depois de quatro anos, o Ipatinga voltou nesta quarta-feira a disputar a Copa do Brasil. A equipe do Vale do Aço superou o Rio Branco-ES por 1 a 0 e terá que fazer o jogo de volta no Ipatingão, no meio da próxima semana. O duelo entre mineiros e capixabas foi realizado no estádio Salvador Costa, em Vitória. O gol da partida foi marcado pelo armador Léo Medeiros.

O classificado do duelo entre Rio Branco-ES e Ipatinga enfrenta na próxima fase da Copa do Brasil, o ganhador do embate entre Avaí e Vilhena-RO, que fizeram o primeiro jogo nesta quarta-feira, com vitória dos catarinenses.

O jogo
Jogando em casa, o time o Rio Branco partiu para cima em busca do primeiro gol. A primeira chance clara de marcar, veio aos quatro minutos, com Emílio que pegou rebote da zaga e arriscou o arremate de primeira, mas o arqueiro ipatinguense fez grande defesa evitando o primeiro tento dos capixabas.

Bastante pressionado, o Ipatinga não conseguia produzir boas jogadas ofensivas, e o principal objetivo da equipe nos minutos iniciais foi segurar o ímpeto dos capixabas. Aos 17, depois de cobrança de falta de Luciano, a zaga do Tigre fez o corte, em mais um lance de perigo para o Rio Branco-ES.

Apesar da pressão, em lances esporádicos o Ipatinga assustava e aos 19, Leanderson fez bom cruzamento para Alessandro na área, que quase abriu o placar para os mineiros. Após está chance, o Tigre ganhou moral e começou a sair mais para jogo, aos 21, o Ipatinga chegou ao gol com Léo Medeiros, que aproveitou uma oportunidade em bola parada e bateu no ângulo do goleiro Felipe, para abrir o placar.

O Rio Branco-ES sentiu o gol do Ipatinga, e passou a tentar o empate de forma desnorteada. Prova disso é que aos 24, depois de cobrança de falta, o lateral-esquerdo Emílio furou na hora de chutar e facilitou para a defensa ipatinguense. Jogando nos erros da equipe adversária, o time comandado pelo técnico estreante Guilherme Alves, buscava as jogadas de contra-ataque e por pouco não ampliou marcador aos 35, em bom chute de Léo Medeiros.

Mesmo com maior posse de bola, o Rio Branco-ES não conseguiu igualar o placar no primeiro tempo. Aparentando muito nervosismo, a equipe capixaba tinha muitas dificuldades para criar jogadas principalmente pelo lado esquerdo do campo, e depois do gol do Tigre só levou perigo em lances de bola parada.

O Ipatinga voltou para o segundo tempo, com o uniforme número dois e com Leandro Brasília no lugar de Leanderson. O Rio Branco-ES voltou determinado a empatar o jogo e aos oito minutos, Chiquinho fez boa jogada pela direita e bateu com perigo a meta do Tigre. O troco veio, aos 13, com Alessandro que por pouco não ampliou.

O Rio Branco teve o domínio das ações, durante boa parte do segundo tempo, mas não conseguiu converter a maior posse de bola em gols. Aos 37, Bruno Barbosa teve excelente oportunidade de empatar, após rebote da zaga do Ipatinga, mas faltou tranquilidade e a jogada foi desperdiçada. Nos minutos finais, o Tigre prendeu a bola no campo de ataque até o apito final do árbitro Rodrigo Nunes de Sá.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG