Boa fase do time catarinense pode ser atrapalhada porque ambos serão julgados pelas expulsões no jogo contra o Atlético-GO

Em meio à ascensão da equipe - que venceu as duas últimas partidas - o Avaí terá que se preocupar em não perder o técnico Alexandre Gallo e o zagueiro Welton Felipe para os próximos compromissos do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, ambos serão julgados pelas expulsões diante do Atlético-GO e podem pegar um gancho de seis jogos.

Na partida em questão, em 16 de julho, o árbitro Heber Roberto Lopes relatou na súmula que expulsou o técnico Gallo, aos 20 minutos da etapa final, por reclamação. A Procuradoria, então, denunciou o comandante do Avaí no artigo 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

No mesmo jogo, aos 34 minutos, Welton Felipe foi expulso após levar o segundo cartão amarelo por ter calçado um adversário durante disputa de bola. O zagueiro foi denunciado no artigo 254 (praticar jogada violenta) do CBJD e, assim como o treinador, em caso de pena máxima, pode desfalcar o Avaí por seis partidas. O julgamento de ambos será no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, a partir das 18 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.