Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Vitória pede dedicação: "Série B não se joga bonito"

Vágner Benazzi explicou que pretende ver o seu time ser efetivo nas possibilidades que criar

Gazeta |

"Série B não se joga bonito. Se joga com resultado". Foi assim que o técnico Vágner Benazzi definiu o estilo de jogo que a equipe do Vitória tem que adotar para se manter na briga pelo acesso à elite do futebol brasileiro, a começar pela partida desta terça-feira, diante do Duque de Caxias, no Barradão.

Segundo ele, o ideal é ser efetivo nas possibilidades que criar. "Você tem o resultado, a trombada sua é a jogada de efeito. Não vem falar comigo que o torcedor gosta que jogue a bola para o lado, para trás, tenha posse de bola a todo o momento. Tem que ter a posse de bola, mas tem que ter a arrancada para o gol e marcar para não sofrer contra-ataques", disse.

Nesta segunda-feira, os jogadores participaram de um treinamento coletivo na manhã desta segunda-feira, e o técnico realizou algumas experiências. Depois de meia hora de treino, Benazzi não confirmou o time.

"Na minha cabeça ainda tenho algumas dúvidas. Estou fazendo pelo menos duas alterações e tenho duas opções que preciso pensar um pouquinho mais. Estou trabalhando em cima de uma maior velocidade. Quero um pouquinho mais de velocidade de alguns jogadores que na frente possam definir individualmente", analisou.

Benazzi antecipou, no entanto, que Geovanni recupera a posição, saindo Lúcio Flávio. O técnico escalou o meia Felipe abrindo mão de mais um volante, porém, não está convicto que vai utilizar esta opção ante o time fluminense.

Leia tudo sobre: Série B 2011Vitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG