"Ele foi extremamente rigoroso com o Vila. Teve uma postura prejudicial com a nossa equipe e não sei o porquê disso", disparou

O técnico Heron Ferreira, do Vila Nova , reclamou das expulsões do zagueiro Éder Lima e do lateral esquerdo Jorge Henrique. Apesar de ter ficado duas vezes à frente no placar contra o ABC , o time goiano teve que amargar um empate por 2 a 2 dentro do estádio Serra Dourada , em Goiânia, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

"Ele foi extremamente rigoroso com o Vila. Teve uma postura prejudicial com a nossa equipe e não sei o porquê disso", disparou. No entanto, o árbitro Marcos Mateus Pereira não foi o único responsável pelo empate. O ABC, sexto colocado e invicto na segunda divisão, foi elogiado.

"Não é à toa que o ABC está na frente na tabela. Nossa equipe fez um bom jogo, falhou em algumas finalizações. Poderíamos ter feito, mas não fizemos e pagamos um preço muito caro", lamentou.

O zagueiro Augusto concorda. Parceiro do expulso Éder Lima, ele acredita que o Vila Nova teve o jogo nas mãos, mas desperdiçou os três pontos. "O ABC tem uma grande equipe, mas demos mole no final do jogo. Precisávamos de mais atenção. Ficou gosto de derrota, apesar de ter sido um adversário difícil. Vamos ter que buscar esses dois pontos fora de casa", afirmou.

O Vila Nova enfrenta o ASA-AL, no estádio Coaracy Fonseca, às 21h do próximo sábado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.