Tamanho do texto

"Há muitas coisas que podemos fazer que nem Messi nem nada pode nos impedir", afirmou o treinador

selo

A três dias de enfrentar a Argentina, pelas quartas de final da Copa América , o Uruguai já começa a pensar em como fazer para, se não parar, pelo menos neutralizar o talento de Messi, o melhor jogador do mundo. Depois de duas atuações sem brilho, o craque foi o grande nome do jogo contra a Costa Rica e chegará motivado ao confronto de sábado em Santa Fé.

Para o técnico Oscar Tabárez, parar Messi é impossível. Por isso, o Uruguai prefere se empenhar em criar situações para vencer o jogo, ainda que o argentino venha a ter grande atuação. "Messi pode nos criar muitos problemas que não desaparecerão, mas por sorte há muitas coisas que podemos fazer que nem Messi nem nada pode nos impedir", afirmou o treinador.

Tabárez recorreu a um provérbio chinês para explicar por que não se preocupa com Messi: "Se você tem um problema e tem a solução, por que se preocupar? E se tem um problema, mas não tem a solução, por que também se preocupar?", questionou o treinador, que sabe que Messi "pode criar muitos problemas, que não desaparecerão mesmo que tenhamos a intenção de evitá-los".

Já para o zagueiro Lugano, que deverá ser o responsável por tentar parar Messi, não há fórmula mágica para marcar o craque argentino. "Não tem receita para marcar um jogador deste nível, senão já teriam descoberto e ele não teria feito tantos gols quanto fez na Europa", comentou o ex-são-paulino, que ainda lembrou da importância de estar inspirado para encarar Messi no mano a mano.

Contra a Argentina, Lugano não vai poder contar com o companheiro Coates, suspenso pelo segundo cartão amarelo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.